Eleições

Dois candidatos da Serra Catarinense se elegem para o Legislativo

Published

em

Foto: Divulgação e Marcela Ramos/ Arquivo CL

Atualização 23h45 – 

Dois representantes da Serra Catarinense foram eleitos deputado Federal e Estadual. Carmen Zanotto (PPS) foi reeleita para seu segundo mandato como deputada federal e Marcius Machado (PR) estreia como deputado estadual, após ter concorrido em 2014 pelo mesmo cargo e não ter sido eleito.

Com 30.277, o cientista político Marcius Machado foi eleito para a Assembleia Legislativa pela primeira vez. Após a divulgação do resultado, o agora deputado, saiu para comemorar com eleitores, amigos e familiares em frente a Catedral Diocesana, no Centro de Lages. Em entrevista ao Correio Lageano, afirmou estar muito feliz e muito orgulhoso do resultado. Agradeceu aos eleitores e ressaltou que fará uma “revolução” na Assembleia e que, quem não votou nele nesta eleição, votará na próxima.

Marcius é formado e pós-graduado em ciência política, advogado e palestrante. Foi vereador em Lages em duas legislaturas (2009/2014). Em 2014, ficou na suplência para deputado estadual e em 2016 concorreu à Prefeitura de Lages. Natural de Santa Maria (RS), mora em Lages desde a infância.

Carmen Zanotto comemorou o resultado no seu comitê, na rua Zeca Neves, também no Centro de Lages. A deputada do PPS foi reeleita com 84.703 votos. Em entrevista após a divulgação do resultado, agradeceu os lageanos, serranos e catarinenses. Garantiu que continuará a trabalhar para melhorar questões da área da saúde, qualidade e acesso ao atendimento em postos de saúde e rede hospitalar.

Para os próximos anos, ressaltou que trabalhará com a mesma honestidade e intensamente. “Quero continuar a voltar para minha terra e trabalhar para melhorar infraestrutura e redução da carga tributária, para que a vida do empresário seja melhor”, concluiu Carmen.

Carmen Zanotto é lageana, graduada em Enfermagem e Obstetrícia, pela Faculdade Alto Uruguai Catarinense.  Tem especializações em Administração Hospitalar na Faculdade São Camilo/SP, em Saúde Pública UNAEP/SP, em Recursos Humanos pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Entre os anos de 1986 a 1992 trabalhou como enfermeira no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, chegando ao cargo de Diretora de Enfermagem.

De 1986 a 2004 foi professora do Senac nos cursos de Auxiliar e Técnico de Enfermagem e em 1990 ingressou por concurso público no Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos como enfermeira, ocupando posteriormente, o cargo de diretora administrativa.

Entre os anos de 1993 e 2000 foi secretária Municipal de Saúde de Lages. No ano seguinte foi eleita vereadora em Lages. De 2002 a 2003 foi professora da Uniplac no curso de Enfermagem e de 2003 a 2010 foi nomeada secretária adjunta de Estado da Saúde, ocupando por várias vezes o cargo de secretária de estado da Saúde, sendo a primeira mulher ocupando a pasta no Estado.

Em 2010 concorreu ao cargo de Deputada Federal, como suplente assumiu no período de 2011 a 2014. No mesmo ano, concorreu à reeleição ao cargo de deputada federal sendo eleita titular. Cargo que exerce atualmente.  

A Serra Catarinense possuia 10 candidatos a Deputado Estadual e 7 a Deputado Federal. O deputado Gabriel Ribeiro (PSD) não se reelegeu para o cargo de deputado estadual e Fernando Coruja (Podemos), que é suplente e ocupa uma cadeira na assembleia, nem chegou a concorrer. Gabriel Ribeiro não quis se manifestar sobre o resultado.

O candidato Lucas Neves (PP) agradeceu, nas redes sociais, pelos 26 mil votos que recebeu. “Foi uma surpresa para nós. Não esperávamos tantos votos assim”, acrescentou Lucas, que ressaltou os 18 mil votos recebidos só em Lages. Entretanto, o vereador não foi eleito, mas ficou entre os suplentes da coligação.

clique para comentar

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com