Conecte-se a nós

Notícias

Distribuição de gasolina em Lages, ainda não está normalizada

Published

em

Falta de gasolina aditivada e etanol, é um dos problemas dos postos - Foto: Camila Paes

Nem todos os postos de combustíveis voltaram a seu abastecimento normal nesta segunda-feira, após mais de 10 dias de paralisação dos caminhoneiros. Em seis postos, na manhã de segunda (04), na maioria, não havia gasolina aditivada e etanol. O abastecimento de diesel continua normal.

Mesmo com apenas o disponibilidade de gasolina comum nos postos, o movimento era grande. Porém, não eram registradas filas. No Auto Posto Duque, no Bairro Sagrado Coração de Jesus, só havia etanol e diesel. O proprietário Osmar Dematé, explica que a falta de gasolina seria resolvida ainda nesta segunda e que o produto acabou na noite de domingo (03). Ele ressalta que a distribuição tem acontecido de forma rápida, mas que como há muita demanda, as entregas acabam não sendo imediatas.

Já a preocupação do produtor rural de Capão Alto, Nilton Padilha, é com o preço do diesel. Para dar um fim à paralisação, o Governo Federal acordou um diminuição de R$ 0,46 no preço do litro, pelo período de dois meses. Entretanto, Nilton ressalta que já encontrou postos com preços antigos e outros com preços novos. Ele ainda acrescenta que, o aumento do preço da gasolina, como já foi anunciado, é prejudicial a todos, inclusive aos caminhoneiros. Isto porque, desta forma, o preço de diversos outros produtos e serviços, aumentará.

O executivo do Procon em Lages, Júlio Borba, explica que o novo preço do diesel só valerá para combustível que foram comprados nas refinarias após o acordo. Como haviam muitos caminhões parados na estrada ou nas distribuidoras, podem ocorrer vendas pelos preços antigos. Por causa disso, ele explica que o Procon está realizando fiscalizações e já encontraram postos em Lages com o combustível com preços entre R$ 3,15 à R$ 3,20. Sobre a distribuição de gasolina, Júlio relata que realizarão o balanço sobre os postos.

Na distribuidora Idaza, o gerente Guilherme Neto explica que a situação só será normalizada na sexta-feira (08). Ele acrescenta que, o cenário de distribuição em Lages não depende só de Lages, já que a empresa entrega para apenas cinco postos no município.

Em nota a Petrobrás Distribuidora explicou que “além de todo o esforço logístico que vem empreendendo desde o dia 21 de maio para garantir o suprimento de combustíveis ao mercado, repassou integralmente as desonerações anunciadas pelo Governo Federal aos preços de diesel vendido à rede de postos, com o objetivo de contribuir para que essas reduções cheguem ao consumidor final”.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: