Conecte-se a nós

Notícias

Dia do Trabalho: saiba o que abre e o que fica fechado no feriado

Published

em

Foto: Patrícia Vieira

O feriado nacional do Dia do Trabalho, que neste ano acontece na próxima terça-feira, 1º de maio, terá algumas alterações. Comércio, bancos, shopping e transporte público, educação e saúde são alguns dos serviços que terão horário de funcionamento alterado nesta segunda-feira (30).

Nos dias que antecedem o feriado, o funcionamento será normal. Esse é um dos quatro feriados, no qual, praticamente, quase todos os setores param. Com exceção do Lages Garden Shopping, que mantém aberta a praça de alimentação (das 10h às 22h) e o cinema (conforme programação), na terça-feira todos os estabelecimentos comerciais, inclusive os supermercados, não abrirão.

Em alguns órgãos da Prefeitura de Lages será ponto facultativo na segunda-feira (30). Na área da Saúde, somente o Pronto Atendimento Tito Bianchini e os hospitais trabalham normalmente, mas as unidades básicas de saúde voltam a normalidade logo no dia seguinte.

Além desses serviços, a coleta de lixo também manterá o cronograma regular no feriado, assim como o transporte público, que trabalha com horário semelhante ao de domingo.

No mundo

O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é comemorado anualmente em 1º de maio em diversos países e é feriado nacional no Brasil, em Portugal, Rússia, França, Espanha, Argentina, entre outras nações. A data foi escolhida em razão de uma onda de manifestações e conflitos violentos que se desencadeou a partir de uma greve geral nos Estados Unidos.

No dia 1º de maio, a Igreja Católica também celebra a festa de São José Operário, padroeiro dos trabalhadores, coincidindo com o Dia Mundial do Trabalho. Esta celebração litúrgica foi instituída em 1955, pelo Papa Pio XII, diante de um grupo de trabalhadores reunidos na Praça de São Pedro, no Vaticano, em Roma.

No Brasil

Há relatos que de a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi em 26 de setembro de 1924 que esta data se tornou oficial, após a criação do decreto nº 4.859, do então presidente Arthur da Silva Bernardes.

Porém, nas décadas de 1930 e 1940, o presidente Getúlio Vargas passou a utilizar a data para divulgar a criação de leis e benefícios trabalhistas. O caráter de protesto da data foi deixado de lado, passando assumir um viés comemorativo. Vargas passou a chamar a data de “Dia do Trabalhador”.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: