Conecte-se a nós

Notícias

Dia da Família na Escola teve pouca participação nas escolas estaduais

Published

on

Franciele e o filho Lucas, de 14 anos, participaram do Dia da Família na Escola, no Colégio Industrial. Foto: Gislaine Couto

Franciele Padilha, mãe do aluno Lucas de Matos, 14, do 9º ano 1 da Escola de Educação Básica Industrial de Lages, participa da vida escolar de seu filho e no sábado (7), que era Dia da Família na Escola, foi uma das poucas a comparecer nas atividades que a escola programou.

Ela relata que sempre participa das reuniões, entregas de boletim, e busca estar a par de tudo que envolve a vida de seu filho na escola. “Quando a mãe é parceira e conhece seu filho, até mesmo pelo olhar descobre quando algo de errado aconteceu na escola, quando uma nota não foi boa ou um comportamento não foi adequado”, diz Franciele.

No entanto, na escola que tem mais de mil alunos, apenas cerca de 20 familiares compareceram na data em que a escola realiza atividades diferenciadas para acolher as famílias. As assessoras pedagógicas do Industrial, Denise Zampieri e Joseane Preto de Oliveira, destacam que a participação dos pais dentro das atividades da escola é importante, porém percebem que ainda fica muito abaixo do desejado. Elas relatam que há falta de participação dos pais também durante o ano. “A escola fica aberta das 8 até as 22 horas e mesmo assim há pequena participação”, salienta Denise.

Consciência ambiental

Entre as atividades que foram preparadas durante a semana para serem apresentadas à comunidade, destaque para a 5ª Conferência Infantojuvenil do Meio Ambiente, que é uma ação de educação ambiental que busca estimular processos de debate e participação e atuação da comunidade escolar, que envolve, alunos, professores e famílias nas questões socioambientais.

Como resultado desse trabalho de conscientização, o aluno Pedro Henrique, do 9º ano 3 apresentou um projeto de captação da água da chuva por meio de cisternas. O estudante desenvolveu o projeto que prevê a instalação de três caixas de água (320 litros), para captar a água das calhas, que será utilizada para regar canteiros de flores que serão feitos com a ajuda dos próprios alunos. A instalação das cisternas será feita em parceria com pais e alunos do Cedup do Industrial.

As assessoras pedagógicas destacam que esse trabalho é importante, pois vai determinar conceitos de conscientização na vida adulta e também os alunos disseminam em suas famílias o que aprendem e até mesmo podem corrigir hábitos inadequados no que envolve o meio ambiente.

Cedup Industrial

O diretor do Cedup, Rosimar Bianchini, destacou que houve reunião com os pais para discutir assuntos importantes da rotina dos alunos, como uniforme, horários e foi feito um documento sobre a permanência na escola ou não dos alunos do ensino integral durante o almoço. O Cedup oferece cursos de Eletrotécnica, Mecânica e Eletrônica a cerca de 500 alunos, nas modalidades ensino médio integrado e pós médio.

O terceiro sábado de abril foi instituído como Dia da Família na Escola, dede 2016. A iniciativa surgiu na Federação das Indústrias de Santa Catarina, em uma das reuniões do Conselho de Governança do Movimenta A Indústria pela Educação, e foi apresentada na Assembleia Legislativa pelo deputado Antônio Aguiar.
Em Lages, no Senai, mais de 600 pessoas foram à escola, onde participaram das atividades preparadas por alunos e instituição.

Comentários
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©