Conecte-se a nós

Notícias

Depois da chuva, o frio volta para Santa Catarina

Published

em

Foto: Suelen Defaveri/ Prefeitura de Tapejara/ Divulgação

A madrugada chuvosa desta terça-feira (12), em nada deve se assemelhar com a de quarta (13). A umidade até pode permanecer em alguns pontos do estado, mas as baixas temperaturas retornam. Na Serra Catarinense se aproximam de zero grau, mas também não sobem muito em outras regiões.

Ao menos, até o final de semana, a previsão é de que uma massa de ar frio atue sobre o estado, mantendo o céu limpo e a possibilidade de geadas nos municípios mais altos.

Considerando-se apenas os últimos 10 dias, os serranos enfrentaram climas bem diferentes. Os dias gelados deram espaço à chuva e temperaturas amenas que chegaram a 20ºC na segunda-feira. Agora batem na casa do 0ºC, situação que exige muita resistência física para se adaptar à nova realidade.

Essa grande variação de temperatura é chamada de amplitude térmica, expressão utilizada para indicar a diferença entre a temperatura máxima e mínima registradas em um mesmo lugar durante certo período.

Transtornos

A chuva forte desta semana causou prejuízos. Na manhã de terça, foi registrado granizo em São Joaquim, mas não há dados sobre possíveis prejuízos.

Já em Tapejara, no Rio Grande do Sul, ventos fortes destelharam casas, arrancaram o topo das árvores e até tombaram caminhões. Vários barracões foram destelhados ou ruíram completamente. O gado que morreu foi amontoado nas propriedades e o cenário lembra o de filmes.

A população ficou assustada e a defesa civil contabiliza os prejuízos em imóveis e lavouras. Moradores acreditam que tornado tenha atingido a região. Meteorologistas do Inmet, no entanto, afirmam que ainda não há confirmação da ocorrência do fenômeno.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: