Conecte-se a nós

Notícias

Defesa Civil de Lages leva conhecimento e conscientização às crianças

Published

on

Foto: Defesa Civil/ Divulgação

Em comemoração à Semana do Exército Brasileiro, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, a convite do 1º Batalhão Ferroviário (BFv), promoveu atividades cívico-sociais com o intuito de apresentar um compacto da estrutura disponível à população e prestar orientações à comunidade escolar municipal.

Nesta quarta-feira (18), agentes da Defesa Civil promoveram atividades no Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Nossa Senhora dos Prazeres, no Bairro Santa Catarina, com exposição de materiais, apresentação de vídeo explicativo aos alunos e distribuição de cartilhas educativas às crianças e adolescentes.

Os profissionais apresentaram a organização, serviços e instrumentos de trabalho da Defesa Civil de Lages, a exemplo de barco, barraca, extintor, lanterna, fita isoladora de locais, macacão térmico aquático, colete refletivo e salva-vidas, capacete, motosserra e alicate especial de corte, além de proporcionar dicas de primeiros socorros e de orientações sobre prevenção e preservação ambiental, com o objetivo de diminuir a incidência de catástrofes ligadas ao meio ambiente e mostrar o aparato da Defesa Civil e seus trabalhos de rotina.

Os alunos interagiram com os profissionais atuantes na proteção à vida nas ocorrências de temporais, vendavais, quedas de árvores, enchentes, deslizamentos, entre outros fenômenos naturais, além de interdições de locais que oferecem riscos à integridade física, bem como foram o público-alvo de palestras e de um curso de Responsabilidade Civil Profissional (RCP), com cuidados básicos ao presenciar sinistros que exigem verificação de sinais vitais, desengasgo e massagem cardíaca. Na terça(17), foram agraciados por essa ação, os alunos do Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Sepé-Tiarajú, Bairro Passo Fundo.

A programação é acompanhada pelo secretário executivo da Defesa Civil, Jean Felipe Silva de Souza. “Nós levamos explicações ao bairro Passo Fundo, onde, diga-se de passagem, é uma área de risco, com atuação intensa da Defesa Civil quando ocorrem enxurradas e alagamentos.

Infelizmente é um local que fica bem prejudicado. Foram levados alguns equipamentos de trabalho para as crianças verificarem como é nossa atuação. Houve conscientização e sensibilização para alertar os estudantes a não jogarem lixo nos rios, córregos e na própria rua, o que traz transtornos e aumenta o risco de inundações”, pontua Jean.

Em 2017, a Defesa Civil de Lages conquistou o 4º lugar no Brasil no quesito educação, com o projeto Defesa Civil nas Escolas. A ideia é expandir este trabalho para quem está em sala de aula e poder, dentro das instituições de ensino e na comunidade, estimular o auxílio a própria Defesa Civil com um sentido comunitário e solidário. O Dia do Exército é celebrado em 19 de abril. Este ano, com o slogan “O Seu Exército Nunca Para”.

Comentários
Compartilhe

Notícias

Hospital de São Joaquim não atende mais partos pelo SUS

Published

on

Foto: Mycchel Hudsonn Legnaghi/São Joaquim Online/Divulgação

A direção do Hospital de Caridade Sagrado Coração de Jesus, não atende mais partos pelo SUS. A decisão foi tomada, segundo a superintendente do hospital, Agna Mara de Oliveira, porque não há recursos financeiros para contratar um anestesista de plantão.

Diante disso, Agna conta que não há como arriscar a vida do feto ou da mãe, caso seja necessário fazer uma cesárea. Por isso, mulheres que possuem tempo hábil de espera são encaminhadas para o Hospital Tereza Ramos, em Lages. “A gente dava um jeito em alguns casos e pagava pela cesárea, mas resolvemos parar”.

Pelo SUS, somente as mulheres em trabalho de parto normal são atendidas, porém é o médico disponível na emergência que atua. O problema é que se esses casos precisarem de uma cesariana, não há um anestesista de plantão no hospital. “Como não tem como fazer cesariana de emergência… ou salvamos o neném ou a mãe. Esse é nosso medo, por isso resolvemos atender só em último caso”.

Os atendimentos particulares continuam sendo feitos, porque são eletivos e marcados com a equipe necessária. Ela conta que o fechamento do centro obstétrico é temporário, até que a prefeitura dê um respaldo para o hospital. “É bom deixar claro, que o atendimento do restante do hospital continua normal.

Prefeitura

 A secretária de Saúde de São Joaquim, Teresinha Godoy, afirmou que uma reunião seria feita ontem com o vice-prefeito Maurício Yamashiro e os advogados da prefeitura. Ela disse que hoje poderia dar mais detalhes da reunião.

Situação da região  

O Correio Lageano esteve em todos os municípios da região, que possuem hospitais – exceto Lages – , para verificar como funciona o serviço. As reportagens publicadas em maio, mostraram hospitais fechados, com funcionamento parcial ou muito endividados. Em partes, essa realidade explica o porquê dos atendimentos serem concentrados em Lages.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Motoristas de vans apoiam movimento de caminhoneiros, em Lages

Published

on

Por

Foto: Divulgação

Vans de transporte escolar, de fretamento e alternativo, além de quatro ônibus da Transul estiveram na manhã de quarta-feira (23) na paralisação dos caminhoneiros, em Lages. A manifestação acontece no trevo entre as BRs 116 e 282. Ao todo foram 115 veículos. À noite o grupo volta para a manifestação, antes disso deve se reunir em frente a Universidade do Planalto Catarinense  (Uniplac), por volta das 19h30.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Filme nacional será exibido no Centro Cultural Vidal Ramos

Published

on

Por

Foto: guiadasemana.com.br/Divulgação

O filme nacional O Palhaço será exibido neste sábado (26),  no Centro Cultural Vidal Ramos, em Lages. Lançado em 2011, a comédia dramática, conta a história de Benjamim (Selton Mello) que trabalha no Circo Esperança junto com seu pai Valdemar (Paulo José). Formando uma dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue fazem a alegria da plateia.

Mas a vida anda sem graça para Benjamin, que passa por uma crise existencial e cogita abandonar a trupe que tem Lola (Giselle Mota), a mulher que cospe fogo, os irmãos Lorotta (Álamo Facó e Hossen Minussi), Dona Zaira (Teuda Bara). Seu pai e amigos lamentam o que está acontecendo com o companheiro, e entendem que precisa encontrar seu caminho por conta própria.

A ideia central do filme é acompanhar a infelicidade de um palhaço que ganha sua vida fazendo a felicidade de outras pessoas, o que já traz grande profundidade para a trama.  

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©