Conecte-se a nós

Esportes

Cuca chega confiante ao Cruzeiro

Published

em

O técnico Cuca foi apresentado nesta quarta-feira como o novo comandante do Cruzeiro, em empreitada prevista para durar ao menos até 31 de dezembro de 2011, período de vigência do contrato. O treinador recebeu do presidente Zezé Perrella carta branca para levar adiante o projeto de conquista do Campeonato Brasileiro este ano.

O dirigente confia que, no Cruzeiro, Cuca ampliará o rol de conquistas como treinador, que até aqui registra o título do Campeonato Carioca 2009 pelo Flamengo.

“Os títulos que ele ainda não conseguiu vencer no futebol, tenho certeza que aqui vai conseguir. Poucos clubes do Brasil dão o respaldo necessário ao treinador. Ele está à vontade para definir grupo. A opinião dele vai ser fundamental em toda contratação”, disse.

Cuca desembarcou em Belo Horizonte no final da manhã e almoçou na Toca da Raposa II. Vieram com ele o preparador físico Robson Gomes e os auxiliares técnicos Avlamir Stival, o Cuquinha, e Eudes Pedro dos Santos. Ainda não está definido quem será o novo preparador de goleiros do time profissional, em substituição a Oscar Rodriguez.

Ao lado do presidente, do vice-presidente de futebol Gustavo Perrella e do diretor de futebol Dimas Fonseca, Cuca concedeu a primeira entrevista coletiva como técnico do Cruzeiro. Zezé Perrella disse ter colhido com os colegas de outros clubes as melhores informações sobre o novo contratado e não tem dúvida de que fez a coisa certa.

“O que vai interessar daqui para frente para a gente são os resultados. Estou muito convicto da escolha que fizemos”, resumiu o dirigente.

Cuca alimentava um sonho antigo de comandar o Cruzeiro e espera retribuir a confiança nele depositada. Ele entende que “precisa de um trabalho a longo prazo”, como é costume no Clube, vide os dois anos e meio de Adilson Batista à frente do time.

“Sabemos que o Cruzeiro recente é vitorioso, ganhador. Claro que toda grande equipe passa por um mau momento e isso está sendo vivenciado. Mas com essa parada a gente tem tudo para dar uma retomada e iniciar bem o segundo semestre, como o presidente falou, em busca do título Brasileiro”, observou.

O treinador acredita ter um estilo de montar equipes que se encaixa na tradição do Cruzeiro, de toque de bola, futebol bem jogado. Ele espera seguir a mesma toada na Toca da Raposa.

“Eu gosto do futebol bem jogado, com equilíbrio, mas com comprometimento. O jogador não precisa ser um grande marcador, mas tem que saber diminuir o espaço, passar a linha da bola, e o Cruzeiro tem feito bem isso. A ideia é aproveitar tudo de bom que o Adilson deixou, e foram muitas coisas, e seguir em frente, lógico que com a minha mentalidade”, disse.

Cuca chega com muito trabalho pela frente. O Clube tentará agilizar ao máximo a retirada do visto para os Estados Unidos para que ele tenha como se juntar à delegação, que segue viagem na noite desta quarta-feira. Ao mesmo tempo em que quer se familiarizar com o elenco, o técnico atuará nos bastidores, ajudando a reforçar o time.

“Quanto mais fortalecida a equipe estiver, melhor, porque o pessoal aprendeu a disputar o Campeonato Brasileiro desde o começo. Antigamente era deixado para a segunda etapa. Hoje não. Você não pode perder tempo. Nessa parada vai dar para mesclar tudo. Quem tem que contratar, se tiver que sair alguém o momento é agora. É trabalhar”, afirmou.

O treinador acredita que terá tempo de implantar a filosofia de trabalho durante a paralisação do Campeonato Brasileiro, que só volta a ser disputado em 14 de julho, em virtude da Copa do Mundo.

“Acho que está bem planejado. O Cruzeiro sai para jogar nos Estados Unidos pelo período de dez dias e retorna. Lógico que, como todas as outras equipes, tem que dar uma caída na parte física, para depois retomada. Nós vamos ter um tempo menor, uma semana. A partir dali, temos duas semanas para trabalhar bem para começar o segundo semestre”, destacou.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: