Conecte-se a nós

Notícias

Coxilha Rica: Oito quilômetros de pavimentação deve ser entregues em abril

Published

em

A obra facilitará o transporte escolar, o acesso às propriedades e também o escoamento das safras agrícolas - Foto: Andressa Ramos

Pedro Carneiro tem 38 anos e mora na localidade Pelotinhas, na Coxilha Rica, desde que nasceu. Por todo este tempo enfrentou lama, poeira e alguns minutos ou até horas para chegar na BR-116.

São 40 quilômetros de distância entre sua casa e a rodovia. Porém, desde novembro do ano passado, Pedro e outros moradores da região acompanham uma mudança no cenário.

No dia 23 de novembro de 2017 foi assinada a Ordem de Serviço para pavimentar 27,7 quilômetros, assim, Pedro terá, pelo menos, 15 quilômetros de asfalto em seu trajeto.

O morador relata que, em dias de chuva, é quase impossível trafegar pela SC-390, já que com a obra o chão mudou de aspecto. “Fora isso está tudo certo”.

O engenheiro civil Guilherme Gayer da empresa Compasa, responsável pela execução da obra, explica que devido a chuva de janeiro, a revitalização está atrasada.

A expectativa era de entregar 10 quilômetros de asfalto na primeira semana de abril, porém, deve ser entregue oito quilômetros no fim do mês de abril.

O valor total da obra é de R$ 51 milhões, divididos entre dois convênios, um de R$ 46,6 milhões para a pavimentação e mais R$ 5,7 milhões para a construção de três pontes sobre os rios Arroio Penteado, com 43 metros, Rio Sanga Tatados, com 27 metros e sobre o Rio Pelotinhas, com 65 metros.

Além de facilitar o acesso às localidades e o transporte de alunos, a pavimentação permitirá o escoamento das safras. A região produz madeira e é destaque na pecuária de corte, mas é a produção de grãos que cresce a cada ano em função da grande quantidade de campos disponíveis.

Etapas

A obra foi dividida em dois lotes. O primeiro tem extensão de 27 quilômetros. A empresa Compasa do Brasil, de Curitiba foi quem ganhou a licitação, e asfaltará da Localidade Vigia (que fica próxima a BR-116) até o trevo das Localidades de Bodegão e São Jorge.

A obra tem previsão para terminar no dia 23 de setembro de 2020. O lote 2 ainda não foi licitado e se refere ao asfaltamento do trevo do Bodegão até as duas localidades, totalizando mais 15 quilômetros de pavimentação.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: