Conecte-se a nós

Esportes

Copa do Mundo: Colombiana está em Lages para estudar

Published

em

Lina é colombiana e diz que não curte muito futebol - Foto: Adecir Morais

A colombiana Lina Maria Salazar, de 31 anos, veio para Lages há quatro anos, especialmente para estudar. Natural de Medellín, ela cursa mestrado em bioquímica e biologia molecular, no Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV/Udesc). “Sempre tive interesse em estudar no Brasil”, comenta.

Ela chegou a Lages por intermédio de uma prima, que estudava na Argentina e conhecia uma lageana. Ao saber do interesse da colombiana em estudar no Brasil, de pronto a lageana sugeriu que ela  viesse para Lages, e foi isso que aconteceu.

Lina desembarcou em solo lageano em janeiro de 2014, coincidentemente no mesmo ano da Copa do Mundo do Brasil, quando a seleção canarinho sofreu o fatídico 7 a 1 diante da Alemanha, lembra. Ela foi acolhida pelo pai da lageana, que é dono de um restaurante na Avenida Duque de Caxias.

Os primeiros anos dela em solo catarinense não foram fáceis. Além de ter de se adaptar ao idioma brasileiro, precisou trabalhar de vendedora e atendente de restaurante, por exemplo. Além disso, conseguiu passar na prova para fazer o mestrado apenas na terceira tentativa.

Eu pensava em ir para São Paulo ou Brasília, mas acabei vindo para Lages. Apesar do frio, é muito bom morar aqui”,  diz a colombiana que, mesmo há pouco tempo na cidade, já consegue falar bem a língua portuguesa.

Ela revela que não curte muito futebol. Em relação a seleção de seu país, comenta sobre o meia James Rodríguez. Atualmente no Bayern de Munique, o craque se destacou pela seleção colombiana na Copa do Mundo do Brasil. “Ele jogava muito bem”, recorda.

Sobre seu futuro, adianta que quer permanecer em Lages. “Termino o mestrado no mês que vem, mas quero continuar na cidade para fazer doutorado”.

Histórico

A região que hoje compõe a Colômbia era habitada por índios até o final do século XV, quando chegaram os espanhóis. Em 1821, foi formada a Grã-Colômbia, que era formada por Venezuela, Colômbia, Panamá e Equador. Aos poucos, estes países foram se separando até que, em 1903, tornaram-se quatro.

Com uma população de aproximadamente 49 milhões de habitantes, a Colômbia é considerada a quarta economia da América Latina, atrás apenas do Brasil, México e Argentina. Seu idioma oficial é o espanhol, sua moeda é o peso espanhol e capital é Bogotá. Sua cultura, originária dos povos nativos e colonizadores, é bem diversificada.

A Colômbia também é conhecida pelos problemas sociais, sobretudo por causa do narcotráfico. Mas nos últimos anos, o país resolveu o conflito com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, conhecida como FARC, que depuseram as armas, e consolidou sua economia, que tem no turismo um de seus pilares.

Colômbia nas Copas

A Colômbia jogará a sua 6º Copa do Mundo. A melhor campanha ocorreu no mundial do Brasil, quando foi derrotada pela seleção anfitriã nas quartas de finais, por 2 a 1. Os colombianos também participaram dos mundiais do Chile (1962), Itália (1990), Estados Unidos (1994), França (1998). Eles estão no Grupo H, ao lado de Polônia, Japão e Senegal.​

O Correio Lageano está entrevistando imigrantes ou descendentes das seleções que participarão da Copa do Mundo. Todos os dias, na edição impressa do jornal, você conhece uma história de alguém que representa alguma nação no futebol. Lina foi a primeira entrevistada para a reportagem que saiu no fim de semana. Esta cobertura exclusiva do CL você confere primeiro nas páginas do jornal. Assine ou vá até a banca mais próxima!

CL fará cobertura especial da Copa do Mundo
Compartilhe

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais