Conecte-se a nós

Notícias

Continua a vacinação contra a febre amarela

Published

on

Foto: Susana Küster

Em Lages, não há nenhum caso de febre amarela, segundo a gerente de Vigilância Epidemiológica, Sumaya Pucci. Mesmo assim, ela afirma que todas as pessoas que procuram pela imunização, são vacinadas.

É importante principalmente para quem viaja para o exterior, já que alguns países exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). No site da Anvisa, há a lista desses países.

Segundo a Anvisa, serão aplicadas vacinas fracionadas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, com o intuito de aumentar o número de doses aplicadas. As pessoas que precisam do CIVP precisam tomar a dose inteira, pois os países que exigem o certificado não aceitam imunização com dose fracionada.

Não será emitido CIVP, em hipótese alguma, para quem apresentar comprovante de vacinação com etiqueta referente à dose fracionada. No ato da vacinação, os viajantes devem apresentar o comprovante da viagem para que possam receber a dose padrão da vacina.

Quem não pode tomar

  • Imunossupressão: Esta é principal contraindicação. Isso significa que as pessoas que por alguma razão estejam com o sistema imunológico comprometido por quaisquer doenças ativas que cursem com imunossupressão e/ou pelo uso de quaisquer medicamentos, como quimioterápicos ou corticoides em altas doses.
  • Gestantes e bebês com menos de 6 meses de idade: Não devem receber a vacina da febre amarela. O vírus contido na vacina pode causar graves complicações no sistema neurológico dos bebês. As mães que amamentam bebês com menos de 6 meses de idade também não devem receber a vacina, a não ser em situações de risco muito específicas, uma vez que depois da vacina estas mães devem ficar pelo menos 10 dias sem amamentar.
  • Alergia grave ao ovo: Pessoas que tem alergia importante e grave ao ovo não devem receber a vacina.

Importante

Vale lembrar que as vacinas têm um período, que pode variar entre dez dias e seis semanas, para atingir a proteção esperada. No caso da vacinação contra febre amarela, o não cumprimento do prazo de proteção pode impedir sua entrada em alguns países. Por isso, vacine-se com antecedência.

Vírus se alastra pelo Brasil, principalmente no Sudeste

A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) destaca que número de casos em humanos e em animais registrados na região no último ano é o maior em décadas de vigilância sobre a doença.

Apesar de citar que sete países registraram casos (Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru e Suriname), o boletim divulgado destaca a situação brasileira, pois foi o único país a reportar novos casos em janeiro desse ano.

Somente o Brasil teve 777 casos confirmados, 261 mortes e 1659 casos em animais entre o segundo semestre de 2016 e junho de 2017. Ainda, segundo a entidade, houve um breve período de transmissão entre humanos no país, sem dar mais detalhes.

O registro de macacos mortos ou doentes é importante para a vigilância, pois permite a identificação de transmissão do vírus.

Orientação

No momento do registro da vacinação no Cartão Nacional de Vacinação é preciso que sejam anotados o lote da vacina, a data vacinação e o local em você que foi atendido. Vale lembrar que as vacinas têm um período, que pode variar entre 10 dias e seis semanas, para atingir a proteção esperada.

Comentários
Compartilhe

Notícias

Polícia Militar prende homem por tráfico de drogas, em Lages

Published

on

Por

Foto: Polícia Militar/ Divulgação

Na quinta-feira (19), a Polícia Militar em Lages recebeu informações de que uma homem de 31 anos, estaria com grande quantidade de drogas na casa onde morava, no Bairro Guarujá. Uma guarnição se deslocou até o local e encontrou o suspeito próximo a residência. Ele foi submetido a busca pessoal, mas nada foi encontrado.

Porém, durante a entrevista pessoal ficou bastante nervoso e acabou admitindo que tinha grande quantidade de drogas em sua casa. Durante a revista, a PM encontrou em duas bolsas, 17 tabletes de substância semelhante a maconha embalados e prontos para venda. Um total de mais de 12 quilos da droga e a quantia de R$ 1,7 mil em dinheiro.

No local havia uma folha de papel com anotações referentes a contabilidade do tráfico, uma balança de precisão modelo digital comumente usada para pesar a droga, um rolo de papel filme utilizado para embalar o entorpecente e uma faca de aproximados 20 centímetros de lâmina popularmente usada para fracionar o produto. Os policiais deram voz de prisão ao homem e o conduziram até a delegacia de polícia para as providenciais legais.

Por Catarinas Comunicação

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Coro infantil animará o Festival Internacional Música na Serra

Published

on

Por

Professor André Medeiros acompanha aula de coro infantil - Fotos: Camila Paes

As ruas no entorno da Fundação Cultural de Lages têm ficado mais alegres nesta semana. É ali, que os corais adulto e infantil fazem as masterclasses do 6º Festival Internacional Música na Serra. Nesta sexta-feira (20), o coro infanto-juvenil, coro Música na Serra e a suíte versão reduzida do ballet Carmen de Bizet, estarão em apresentação gratuita no palco do Teatro Marajoara.

Mais de 40 crianças participam do coro. Durante as tardes, aprendem técnicas vocais com a professora Regina Kinjo, de São Paulo. Divididos em fileiras de acordo com idades e tamanhos, além de seguir as notas tocadas por Regina no teclado, ensaiam as músicas que apresentarão no teatro.

Em tom de brincadeira levada à sério, entre risadas e piadas, os meninos e meninas trabalham para soar afinados. Uma das músicas ensaiadas com alegria, esmero e concentração é “Somente o necessário” do filme Mogli, da Disney. Na interpretação utilizam coreografia, que completa a música.

O professor da Orquestra Soprano do Caic Santa Catarina, André Medeiros, acompanha os ensaios das crianças. Da turma com pouco mais de 40, 35 são alunos de música do Caic. Em 2016, o grupo foi convidado pela primeira vez para participar do festival.

Mas como relembra André, muitos tiveram receio de participar, porque o canto não era a sua área de estudo. Até mesmo o professor participa das aulas, para aprender e auxiliar na implementação de um coral infanto-juvenil no Caic.

Depois do primeiro encontro há dois anos, eles ficaram mais à vontade e agora, sentem-se ainda mais confortáveis nas aulas de Regina, que lembra do nome de quase todos. Subir no palco já não causa tanto nervosismo e ansiedade aos alunos, que estão acostumados a performar para o público.

Regina Kinjo é professor das masterclasses de coro

Ballet

Além do Coro, nesta sexta-feira, o ballet Carmen acompanhado de orquestra se apresentará no Música na Serra. Está é a primeira vez que uma apresentação de outro Estado é trazida para o evento. Carmen é uma das óperas mais populares do mundo, e, conta a trágica história de amor entre a cigana e o soldado Don José, na Espanha do século 19.

É uma ópera em quatro atos do compositor francês Georges Bizet, com libreto de Henri Meilhac e Ludovic Halévy, baseado na novela homônima de Prosper Mérimée. Estreou em 1875, no Opéra-Comique de Paris.

Em suas adaptações, pode ser apresentada como dança flamenca e como será apresentada em Lages, em ballet. Seis bailarinos e a diretora e coreógrafa Lia Comandulli vieram de Curitiba e apresentarão uma versão reduzida da ópera.

Masterclass de acordeon é inédita no Música na Serra

Pela primeira vez, o 6º Festival Música na Serra recebeu uma masterclass de acordeon. O encontro foi considerado uma masterclass especial, que aconteceu durante apenas um dia. O instrumento, popularmente conhecido no sul do Brasil como gaita e no nordeste como sanfona, é bastante popular na Serra Catarinense, principalmente devido a música nativista.

O músico Fernando Henrique Ávila subiu ao palco do Música na Serra na quarta-feira e aproveitou a tarde de ontem, para conversar e instruir músicos lageanos com interesse em trocar experiências sobre o instrumento.

Em forma de bate-papo, os músicos falaram sobre as mais variadas formas da música e como ela está presente em todos os lugares. Além de relembrar nomes importantes do estudo do acordeão, como Mário Mascarenhas que criou métodos de aprendizagem deste instrumento, além de piano, flauta doce (principalmente com forma didática para crianças), violão e teclado, além de criar arranjos e coletâneas de obras consagradas, muitas vezes simplificando-as. Os Irmãos Bertussi, dupla que como Pedro Raymundo, também contribuíram para a disseminação da música tradicionalista gaúcha em todo o Brasil.

Masterclass de acordeon aconteceu só na tarde de ontem

Programação

Sexta-feira (20)

Coro infanto-Juvenil

Coro Música na Serra

Ballet “Carmen” de Bizet – Suíte versão reduzida

Sábado (21)

Concerto de Encerramento

Orquestra Sinfônica

Solista: Lyndon Taylor

Coro Música na Serra

Regência: Jean Reis

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Mostra de Arte e Cultura de Lages terá mais de 30 apresentações

Published

on

Foto: Patrícia Vieira

A primeira Mostra de Arte e Cultura de Lages é realizada pela Fundação Nacional de Artes (Funarte). O evento é fruto da articulação institucional da Associação Cultural Matakiterani, que realiza iniciativas semelhantes em diversos municípios da Serra Catarinense.  

Durante o lançamento do evento, no auditório da CDL Lages, na manhã de sexta-feira (20), a animação musical ficou por conta Camerata Sol da Associação Lageana de Assistência ao Menor (Alam), sob regência do maestro Luiz Augusto de Medeiros (Maraca). A programação segue até o domingo (29).

O evento conta com 22 atrações, teatro, contação de histórias, dança folclórica e música em diversos estilos. As apresentações acontecem na Praça João Costa, no Centro Cultural Vidal Ramos e no Parque Jonas Ramos (Tanque). 

A Mostra de Arte e Cultura se caracteriza por acontecer na temporada de inverno e, por isso, também integra o Festival Serra Catarina. Segundo o produtor executivo, Adilson Freitas, a intenção do evento é valorizar produtos e serviços culturais da cidade. “Neste projeto, com 32 apresentações, conseguimos fomentar a cultura local oferecendo opções para o público de assistir à diversidade cultural. Buscamos mostrar nossa capacidade de produzir culturalmente e investir nos artistas da nossa terra”, reforça.

Para o intérprete e músico lageano, Adriano Posai, o formato de apresentações ao ar livre é bastante usado em países da Europa. “Vejo muito o modelo de apresentar a cultura em praça pública em reportagens e programas da TV. Esse evento só me faz ter a certeza de que arte regional está sendo cada vez mais valorizada. Quem não sabe de onde vem não sabe para onde vai”,disse,

A Mostra de Arte e Cultura de Lages é executada pela Matakiterani e Esfera Produções em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) Lages.

 

Programação

QTD.

ATRAÇÃO ARTISTA LINGUAGEM HORA DATA LOCAL

1

Orquestra Sinfônica Juvenil SOL Alam Música – erudita 09:00 20/07 CDL Lages

2

Chapeuzinho Vermelho Teatro Circula-Dô Teatro de animação 16:00 20/07 Calçadão João Costa

3

Causos da Serra Matakiterani Contação de histórias 16:40

4

H20 Nova Cia de Artes Teatro de rua 17:20

5

Invernada Artística CTG Anita Garibaldi Dança – folclórica 10:00 21/07 Calçadão João Costa

6

Eder Goulart Eder Goulart Música – regional 11:00

7

Bruno Antunes Bruno Antunes Música e Trova – regionais 12:00

8

Bandas Palco Aberto Projeto Placo Aberto Música – pop/rock 14:00 às

15:30

9

Bandas Palco Aberto Projeto Placo Aberto Música – pop/rock

10

Bandas Palco Aberto Projeto Placo Aberto Música – pop/rock

11

Palco Aberto e Bada Castro Bada Castro Música – regional 15:00 21/07 Centro Cultural Vidal Ramos

12

Jones Andrey Vieira Jones Andrey Vieira Música – regional 16:00

13

Adriano Possai e Pátria Sulina Adriano Possai Música – regional 17:00

14

Ricardo Comasseto Ricardo Comasseto Música – regional 18:00

15

Historinhas de Bonecos de Pano Associação de Arte e Cultura Menestrel Faze-Dô Contação de Histórias 14:30 22/07 Parque Jonas Ramos

16

O moço que contava histórias Matakiterani Teatro 15:40

17

20 minutos para jantar com Catório Cyathus Teatro de Animação Teatro de Animação 16:30

18

H2O Nova Cia de Artes Teatro de rua 16:00 27/07 Calçadão João Costa

19

Chapeuzinho Vermelho Teatro Circula-Dô Teatro de animação 17:00

20

Dani Porto e amigos Dani Porto Música – MPB 10:00 28/07 Calçadão João Costa

21

Blues in Box Blues in Box Música – Blues 11:00

22

Alexandre Bueno e Banda Alexandre Bueno Música – chorinho 12:00

23

Marcelo Bernard Marcelo Bernard Música – pop/rock 14:00

24

Bandas Palco Aberto Projeto Placo Aberto Música – pop/rock 14:30

às

15:30

25

Bandas Palco Aberto Projeto Placo Aberto Música – pop/rock

26

Banda Jambock Sul Jambock Sul Música – Indie/rock 15:00 28/07 Centro Cultural Vidal Ramos

27

Banda Doctor Holmes

Doctor Holmes

Música – por/rock

16:00

28

Banda Desodem

Desordem

Blue/rock

17:00

29

Marzio Lenzi Marzio Lenzi Blues 18:00

30

O Moço que contava Histórias Matakiterani Teatro 14:30 29/07 Parque Jonas Ramos

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.