Conecte-se a nós

Notícias

Comerciantes alegam prejuízos com cancelamento de shows

Published

em

Vendedores se reúnem para discutir os procedimentos que irão adotar - Foto: Adecir Morais

Comerciantes que trabalham dentro do Parque de Exposições, em Lages, querem compensação financeira por causa do cancelamento de alguns shows da Festa do Pinhão. Na sexta-feira (1º), eles realizaram uma reunião para discutir o assunto e encaminhar as providências. O grupo entende que foi prejudicado com os cancelamentos.

A organização da festa anunciou o cancelamento dos shows de Naiara Azevedo (30), Wesley Safadão, banda Aviões, Dennis DJ e Cleber e Cauan marcados para o domingo (3). No lugar deles, o grupo Tchê Garotos vai se apresentar no Palco Nacional, com entrada será gratuita.

Os ingressos comprados para os shows cancelados, valem para os mesmos setores neste sábado (2), sem precisar trocar. Caso o visitante opte por receber o reembolso do valor do ingresso, deve entrar em contato com os pontos de vendas ou pela internet.

A apresentação da cantora Naira Azevedo, que aconteceria na última quarta-feira (30), já havia sido cancelada por conta da greve dos caminhoneiros. Segundo informações, a artista teve problema com a viagem e não conseguir chegar a Lages.

De acordo com o comerciante Gersi Lima, o “Dez”, cerca de 80 vendedores atuam no parque. O grupo entende que teve prejuízos financeiros por causa do cancelamento dos shows e, por isso, “queremos o ressarcimento de danos financeiros”, comentou Dez.

O vendedor Cristiano Silveira, que veio de Rio do Sul para vender roupas, disse que, com o cancelamento dos shows, muitos turistas suspenderam a viagem a Lages e, por consequência, os comerciantes deverão vender menos. “Só de Rio do Sul, várias excursões foram canceladas”, afirmou.

Para organizadores, não houve prejuízo

O diretor da Gaby Produtora, Beto Ody lamentou os cancelamentos. Ele justificou que dois artistas tiveram problemas de logística e não conseguiram chegar a tempo em Lages, assim, a organização da festa achou injusto, com quem comprou ingresso, fazer o evento sem estes dois artistas, por isso, decidiu cancelar as demais apresentações.

O sócio da empresa Art Grupo, que comercializa os espaços dentro da festa, Celso Estevan da Silva informou que está conversando com os comerciantes. Ele disse discordar que os vendedores tiveram prejuízo, porque o ingresso para os shows cancelados vale para os mesmos setores em outros dias.

“Não é por causa do cancelamento de alguns shows que o visitante deixará de vir para a festa”, disse Celso, salientando que os comerciantes ainda não apresentaram uma pauta clara de reivindicações. “Está tudo muito vago”, completou, reafirmando que a organização da festa não reconhece os prejuízos alegados pelos vendedores.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: