Conecte-se a nós

Notícias

Colombo renuncia ao cargo para ser pré-candidato a senador

Published

on

Colombo entrega a carta de renúncia ao presidente da Alesc, o deputado Aldo Schneider - Foto: Vinicius Prado

O governador Raimundo Colombo entregou no início da tarde desta quinta-feira (5) sua carta de renúncia, no plenário da Assembleia Legislativa, em Florianópolis. O lageano está deixando o cargo porque é pré-candidato ao Senado, nas eleições deste ano.

Ao fazer uma avaliação do mandato, Colombo diz que foram sete anos de grandes conquistas para os catarinenses, algumas frustrações, mas com a preocupação de governar para as pessoas. “Não adianta um governo ir bem se a população vai mal”, afirmou, ao destacar que essa foi a filosofia de trabalho que pautou o dia a dia da equipe que fez Santa Catarina ser o último estado a sofrer os efeitos da crise econômica, em 2015, e o primeiro a sair.

Segundo ele, Santa Catarina foi o estado que mais gerou empregos em 2017, com um saldo de 29.441 vagas, passando até São Paulo, que ficou em segundo lugar. Outro destaque: a economia catarinense cresceu 4,3% no ano passado enquanto a média do Brasil foi de 1%.

Colombo se emociona ao observar que emprego tem um rosto, um endereço e uma história sendo escrita. “É do trabalho que vem o alimento, a educação, a moradia, o lazer e a dignidade de uma família. Esse é o maior legado dos mais de sete anos de administração”, completa.

O governador licenciado enumera outras ações que fizeram diferença nas contas do governo como a reforma da previdência estadual e a renegociação da dívida do Estado com a União. Na previdência, ressalta Colombo, também foi criado o SCPrev – Previdência Complementar, que permite limitar a aposentadoria dos novos servidores ao teto do INSS e o SC Saúde para o funcionalismo, que nasceu questionado em 2011, mas hoje é um grande sucesso.

Outra conquista dos mais de sete anos de governo  foi o reconhecimento de Santa Catarina como o segundo estado mais competitivo do país, conforme o Ranking de Competitividade dos Estados de 2017. Quando começou o ranking, em 2011, SC ocupava o sétimo lugar e foi avançando ano após ano até a segunda posição, atrás apenas de São Paulo.

Candidatura ao Senado

Em coletiva, Colombo também falou de sua candidatura ao Senado. Sabe que o cenário está diferente e que a polarização da política afeta em diversos aspectos. Mesmo assim, sente que está preparado para assumir essa missão novamente e não desassistirá os catarinenses. “Entrego-me a uma nova caminhada consciente de todos os riscos, mas com a certeza de que posso contribuir”, disse em sua carta de renúncia.

Ato em Lages

Este é o penúltimo ato de encerramento do seu mandato no Governo de Santa Catarina. Colombo estava licenciado há pouco mais de um mês e seu vice, Eduardo Pinho Moreira (MDB), estava no cargo interinamente, até então.

Ainda para encerrar seu governo, Colombo estará em Lages no sábado (7) para um ato com autoridades de todo o Estado. O evento será a partir das 10 horas, na Pousada Rural do Sesc. O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, também participará.

Comentários
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©