Conecte-se a nós

Entretenimento

Cinema: Os Incríveis estão de volta

Published

on

Foto: People/ Cinema

Após quase 15 anos, a animação tão esperada “Os Incríveis 2” será lançada em junho no Brasil. O primeiro filme ganhou o Oscar de melhor longa-metragem de animação em 2004. A Pixar volta com tudo nesse trabalho, com todos os ingredientes necessários para um ótimo filme.

“Os Incríveis” consegue ser engraçado, inteligente, dramático e com a admirável capacidade de manter a atenção, não apenas das crianças, mas de pessoas de todas a idades.

Em ‘Os Incríveis 2’ as rotinas estão invertidas, com o empoderamento da Mulher-Elástica, independente, não exita em colocar a mão no fogo para salvar o mundo e o que mais for necessário sozinha.

Muitas vezes, rouba a cena para provar que as mulheres também podem ser poderosíssimas. Helena decide iniciar pedindo a volta dos super-heróis, enquanto Beto fica em casa cuidando de Violeta, Flecha e do bebê Zezé, cujos superpoderes estão prestes a serem descobertos.

A missão deles sofre uma reviravolta, quando um novo vilão surge com um brilhante e perigoso plano que ameaça acabar com o mundo. Mas a família Pêra não foge do desafio, ainda mais com Gelado combatendo o vilão ao seu lado.

Analisando a sinopse, o segundo filme terá seu ponto de partida, no final do primeiro. Brad Bird, diretor e roteirista do filme justifica sua demora para criar a continuação do filme “Tinha um monte de ideias que eu queria aproveitar em Os Incríveis, mas elas não se encaixaram no filme.

Certas ideias funcionam, mas em alguns casos você tem que abrir mão de uma ou duas coisas importantes para fazer outra coisa funcionar. Então, houve uma pilha de ideias abandonadas em Os Incríveis, mas que não eram grandes coisas.

Eram pequenas cenas e coisas interessantes pra mim. No segundo filme eu cheguei a uma ideia abrangente que conecta o filme com o primeiro de uma forma diferente. E isso me tirou muito tempo”, confessou.

Comentários
Compartilhe

Entretenimento

Sexta temporada de Orange Is The New Black é um dos destaques dos lançamentos de julho, na Netflix

Published

on

Por

Foto: Netflix/ Divulgação

A Netflix divulgou nesta quinta-feira (21), a lista de filmes, séries e documentários que vão estrear no mês de julho. Entre os títulos está a sexta temporada da aclamada “Orange Is The New Black”, a 2ª temporada de “Anne With E”, além da última temporada de “Bates Motel”. Confira abaixo:

Séries

  • Good Girls (3/7/2018)
  • Samantha! (6/7/2018)
  • Anne with an E: Temporada 2 (6/7/2018)
  • Sugar Rush (13/7/2018)
  • Bordertown (15/7/2018)
  • Orange Is The New Black: Temporada 6 (27/7/2018)
  • Roman Empire: Reign of Blood: Master of Rome (27/7/2018)
  • Incríveis por Dentro (20/7/2018)
  • Jogos Sagrados (6/7/2018)
  • Grimm: Temporada 6 (3/7/2018)
  • Archer: Temporada 9 (13/7/2018)
  • Bates Motel: Temporada 5 (10/7/2018)
  • El Chapo (Em breve)
  • The Comedy Lineup (3/7/2018)
  • Comedians in Cars Getting Coffee: New 2018: Freshly Brewed (6/7/2018)
  • Bem-vindo à família (27/7/2018)
  • O Joel McHale Show com Joel McHale: Parte 2 (15/7/2018)
  • Final Space (20/7/2018)
  • Gran Hotel: Temporada 3 (20/7/2018)

Filmes

  • Minha Primeira Caçada (6/7/2018)
  • Próxima Parada: Apocalipse (13/7/2018)
  • Extinção (27/7/2018)
  • Meu Passado Me Condena (5/7/2018)
  • Vizinhos 2 (14/7/2018)
  • Pixels (28/7/2018)
  • Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos (14/7/2018)
  • Duck Butter (1/7/2018)
  • Uma Repórter em Apuros (10/7/2018)
  • Sob a Pele do Lobo (6/7/2018)
  • Temporada de Caza (15/7/2018)
  • Dope: Um Deslize Perigoso (7/7/2018)
  • Clube dos Infiéis Honestos (19/7/2018)
  • Ricki and the Flash: De Volta pra Casa (31/7/2018)
  • Sobrenatural: A Origem (2/7/3018)

Documentários e especiais

  • Operação Enganosa (27/7/2018)
  • Juventus: Prima Squadra: Parte B (6/7/2018)
  • Somebody Feed Phil: Segundo Prato (6/7/2018)
  • O Diabo e o Padre Amorth (23/7/2018)
  • Turismo Macabro (20/7/2018)
  • Last Chance U: A vida depois da EMCC (20/7/2018)

Kids

  • As Épicas Aventuras do Capitão Cueca (13/7/2018)
  • Pato Pato Ganso (20/7/2018)
  • Luna Petúnia: De Volta à Incrivolândia: Temporada 2 (20/7/2018)
  • Zoe e Raven: Temporada 2 (6/7/2018)
  • A Pior das Bruxas: Temporada 2 (27/7/2018)
  • Going for Gold (15/7/2018)

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Entretenimento

Essencial: Muito além do espelho

Published

on

Imagens: Agnes Samantha

Os olhos cheios de lágrimas de Ana Cláudia Bett Hinckel revelam, hoje, sua emoção.

Depois que foi diagnosticada com câncer de mama, passou por várias fases e decidiu dar um novo rumo na sua vida e não adiar mais seus planos. Com a doença fazendo parte do seu passado, descreveu, de forma descontraída, suas experiências aos familiares e amigos, como se faz em um diário.

E foi assim que surgiu o livro “Se tiver uma chance, reinvente-se”.

A notícia do câncer veio no dia do seu aniversário, 29 de maio de 2014, mudando sua rotina, hábitos e fazendo-a se questionar sobre a fragilidade da vida, sobre como seria se não tivesse chances de cura.

Durante o tratamento, Ana percebeu que era melhor raspar o cabelo do que esperar que caísse. Pediu ao filho e ao irmão que a ajudassem. Relutantes, eles não queriam ajudá-la, pediram que deixasse cair naturalmente, afinal, sabiam de sua vaidade e estranharam o pedido.

Mas essa era sua decisão, como tantas outras que surgiram. Rápido, Thiago pegou a vassoura e disse que varreria os fios, sobrou então para o irmão Paulo Michel a difícil tarefa do corte. Já com a cabeça raspada, escolheu seu primeiro lenço colorido. Depois disso, não parou mais de comprar, ganhar e inventar amarrações. Nem sempre foi fácil usar os utensílios, que além de enfeitarem, por muitas vezes, “torravam” sua cabeça.

Mas também percebeu que a perda do cabelo foi um dos sintomas mais fáceis pelos quais passou. “De todos os sintomas que passei durante a radioterapia e a quimioterapia, se tivesse que escolher um, seria ficar careca.”

Quando o tratamento acabou, ela queria seu cabelo de volta e esperar crescer foi mais difícil do que raspá-lo. Passou por fases em que se achava feia, sem cabelo, sem cílios, sem sobrancelha e muito magra. Aos poucos foi gostando do seu novo visual, recuperando o peso e descobriu a “Nova Ana”.

 

Projeto Laços de Vida

Os amigos e familiares tiveram um papel importantíssimo durante o tratamento e a recuperação.

Foi durante a radioterapia que Ana sofreu mais, foram muitas lágrimas derramadas, por estar esgotada com o tratamento que parecia sem fim e por ver o sofrimento das pessoas ao seu redor.

Fez muitas amizades no local do tratamento, algumas que, infelizmente, não tiveram a mesma chance que ela.

Foi assim que surgiu o projeto Laços de Vida. Depois de um ano e seis meses, ela voltou a trabalhar no Colégio Santa Rosa, com o cabelo ralo e decidiu fazer um aplique na franja para melhorar o visual, decisão que comentou entre as amigas. Uma delas, com uma longa cabeleira, rapidamente decidiu doar o cabelo. No dia seguinte, entregou os fios como forma de presente. A notícia se espalhou pelo colégio e as mechas e doações de cabelo não pararam de chegar. Até que surgiu a ideia do projeto que é realizado no local.

O objetivo é sensibilizar crianças e adolescentes sobre a importância da prevenção e do olhar solidário a quem enfrenta a doença. Com esse trabalho, são arrecadados lenços, gorros de lã, chapéus e mechas de cabelo para confecção de perucas. Há algum tempo, o projeto ampliou as ações e passou a arrecadar lacres de alumínios para compra de cadeiras de rodas, muletas e andadores. Além disso, é feito um trabalho junto ao Asilo Vicentino de Lages, onde, duas vezes por mês, Ana leva uma turma de alunos, onde desenvolvem atividades, uma forma de mostrar a importância do respeito ao idoso e o aprendizado com quem muito já viveu.

 

Amigos

 

Os amigos e familiares tiveram um papel importante durante todo o tratamento e recuperação de Ana. Alguns, inclusive, patrocinaram o sonho do lançamento de seu livro, como a Construtora Evoluta, Soldas Planalto, Clínica Le Santé, Transul, Adharas, Colégio Santa Rosa, Banco da Família, Laderm e Extrato.

Para o lançamento, outros apoiadores foram essenciais, e Ana é extremamente grata, ao Le Bistrô por ceder o espaço para o evento de lançamento; o Colégio Santa Rosa que, além de patrocinador concedeu o coquetel; a Ketryn Ramos e ao Apeadeiro Café, na pessoa da Maryela, pelos doces; Ana Ligia, Gabriel e as meninas Beatriz e Adélia por cantarem e encantarem; ao Toco Som pela sonorização, e ao professor Paulinho com o grupo Samba Raiz.

A renda arrecadada com a venda do livro será revertida ao projeto Laços de Vida, e ele pode ser adquirido no Mercado Livre, na Papelaria do Colégio Santa Rosa, no Instituto José Paschoal Baggio e Planalto Seguros. O valor é R$ 40.

 

Depoimentos

“Enfrentar a luta contra um câncer nunca é fácil, e cada pessoa enfrenta esse caminho da sua maneira. No seu livro, a Ana nos mostrou que sim, que teve medos, angústias e temores, mas que acreditar e dedicar-se ao tratamento, manter-se firme e confiante da sua melhora e apoiar-se naqueles que lhe queriam tão bem, fez com que esse caminho pudesse ser de renovação e superação. Apoio esse projeto, pois tenho certeza que suas palavras servirão de inspiração a muitos pacientes que enfrentam essa difícil batalha.” Rubia Battisti Vesqui Martins – Dermatologista da La Derm.

“Um livro como este ajuda a reforçar a mensagem para a população, de que muitos casos de câncer de mama são curáveis.” Marcelo Ceron – médico oncologista da Le Santé

“Para minha família e eu, estarmos ao lado da Ana Claudia nesse momento tão especial, e de alguma maneira fazermos parte da concretização desse lindo projeto, foi emocionante e gratificante. Que venham outros projetos como este, dos quais estaremos nós, Gabriel, meninas e eu, presentes, certamente. ” Ana Ligia Castro, amiga.

“Já conhecia o projeto Laços de Vida e quando ela me ligou falando sobre o livro, na hora eu topei participar, pois penso que temos que nos ajudar, ninguém está livre de passar por uma situação inesperada. Eu penso que contribuindo é uma forma de as pessoas se sentirem mais acolhidas, e como eu coloco todo amor e carinho nos doces que faço, todo esse amor e carinho também foram para o lançamento do livro da Ana” Ketryn Ramos.

“Já era do nosso conhecimento o Projeto da Ana Cláudia no Colégio Santa Rosa, (Laços de vida), mas não sabíamos da história dela. Quando a conhecemos pessoalmente, ficamos apaixonados por sua história e pelo desfecho que sua vida teve depois do câncer. Nós do Apeadeiro Café, somos eternamente gratos em poder partilhar nossos doces em um momento tão importante, o lançamento do seu Livro e foi lá que pudemos conhecer a verdadeira Ana! E realmente, tivemos certeza de quão doce e forte ela é, um exemplo de garra e dedicação em prol da luta contra o câncer” Mariely Vieira Borges.

Veja a entrevista com a escrito no youtube do Correio Lageano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Entretenimento

Essencial: Tô namorando ou não tô?

Published

on

Crédito: Agnes Samantha

Dia 12 de junho é comemorado o Dia dos Namorados aqui no Brasil. Casais apaixonados fazem mil declarações, lotam as lojas em busca do presente perfeito e saem juntos para jantares românticos.

O problema é quando o relacionamento ainda não passou para essa fase, os dois estão juntos, mas nada oficial. O que fazer?

O medo maior é o constrangimento, fazer algo e parecer forçar a barra ou não fazer nada e demostrar desinteresse.

A dica do Essencial é que você analise a situação e se pergunte o que quer dessa relação. Para isso, o melhor é ver em que pé ela está. A quanto tempo o casal está junto e o que costumam fazer.

Se é rotineiro sair para comer, tornar isso algo natural e ir jantar no dia 12 não é nada demais, correto?

Sem um convite formal, fale com o parceiro (a) para comer algo que vocês gostem, burger, sushi, pizza, etc.

Mas saiba que vocês podem encontrar no local vários casais apaixonados.

Uma sugestão é sair um dia antes ou um dia depois.

 

Acesse aqui o PDF do caderno impresso

Presentes lights

 

Não apareça com um buquê de flores, um porta-retratos de vocês ou declarações em redes sociais a não ser que a intenção seja realmente oficializar o namoro.

Opte por presentes mais lights. Se ele(a) gosta de algum time ou banda, é uma opção de lembrança.

Canecas com chocolate também são boas pedidas, assim como uma caixa de bombom.

Se o casal gosta de filme, uma boa dica pode ser um convite para o cinema, e nem precisa ser uma película romântica, pode ser no estilo do casal.

Conversar em um barzinho é uma alternativa.

Apesar de todas as dicas, a melhor delas é o diálogo, converse com a pessoa, aproveite a data para ver se vai dar namoro ou se o que vocês querem é continuar na curtição. Até porque, relacionamento nenhum vai para frente sem diálogo.

 

Acesse aqui o PDF do caderno impresso

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©