Conecte-se a nós

Notícias

Chuvas no nordeste deixam pelo menos 35 mortos e mais de mil desaparecidos

Published

em

Redação Central, 22/06/2010, (EFE)
 

Pelo menos 35 pessoas morreram e mais de mil estão desaparecidas em decorrência das fortes chuvas e inundações nos últimos na região nordeste, onde mais de 100 mil pessoas tiveram que abandonar suas casas.

 

"Ao início da tarde (de ontem) havia 22 mortes e mais de mil desaparecidos. Rezamos para que estejam com vida, mas estamos preocupados, pois corpos já começam a aparecer nas praias e nos rios", disse o governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, à "Agência Brasil".

 

Alagoas é, junto a Pernambuco, um dos estados mais afetados. Até o momento, as chuvas destruíram cerca de 40 mil casas, além de pontes, estradas e ferrovias de 22 municípios, segundo o governador.

 

"Todos os rios de Pernambuco correm em direção a Alagoas. As correntes devastarão as cidades", lamentou.

 

Em Pernambuco, onde foi declarado estado de emergência em um total de 53 municípios, 13 pessoas morreram e mais de 42 mil tiveram que deixar suas casas, das quais 18 mil foram para refúgios públicos, segundo a Defesa Civil.

 

Os governadores de Alagoas e Pernambuco mantiveram na segunda-feira à noite uma reunião de emergência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Lula anunciou que destinará fundos para as vítimas das chuvas e se comprometeu a atuar com a "mesma rapidez" que no estado do Rio, onde no último mês de abril mais de 200 pessoas morreram, também devido a fortes chuvas.

 

O presidente convocou para esta terça-feira uma reunião do gabinete de crise, e as administrações locais e estaduais avaliarão os danos causados pelas chuvas e a forma de enviar ajuda.

 

Segundo um comunicado da Defesa Civil, as autoridades dividiram por enquanto 20 mil cestas de alimentos, colchões e cobertores para os afetados.

Foto: (EFE)

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: