Cápsula do tempo foi citada em livro – CL+
Conecte-se a nós

Entretenimento

Cápsula do tempo foi citada em livro

Published

on

Na foto acima, em vermelho, está o local aproximado onde a cápsula foi encontrada.

Se não fosse a insistência de um amigo, Hercílio Oliveira da Silva Filho, 68, não teria entrado no canteiro de obras do Colégio Aristiliano Ramos e avisado aos operários que uma cápsula do tempo, com mais de 80 anos, estava enterrada ali. Ele foi informado da localização do objeto, porque em 1934, seu pai, que também se chama Hercílio Oliveira da Silva, trabalhou na obra de construção do colégio. A escola viria a se tornar a segunda instituição estadual em Lages, denominada de Escola Normal e que tinha a intenção de formar professores na cidade.
Naquele ano, Hercílio, então com 15 anos, presenciou o ato da Pedra Fundamental, cerimônia de colocação do primeiro bloco de pedra acima da fundação de uma construção, no terreno que abrigaria o Colégio Aristiliano Ramos. Em uma pedra, dentro de uma caixa de metal, foi depositada uma garrafa de vidro com uma ata do dia 03 de outubro, edições do Jornal A Época e moedas correntes do ano. O material foi fechado e assentado pelos operários Carlos Wagenfür e Atilio Floriani. De acordo com registros do Jornal A Época, o evento contou com apresentações musicais e palmas.

>> História_ Durante a sua vida, Hercílio nunca revelou o caso para a família. Foi quando começou a ler as notícias sobre a demolição do colégio, que contou para os filhos. Mesmo aos 98 anos, o aposentado está lúcido e contou com detalhes ao filho onde estava enterrada a pedra. Hercílio Filho revela que sabia da informação há algum tempo, mas não sabia para quem deveria repassar os dados. Foi na última segunda-feira (18), quando passava pelo Calçadão da Praça João Costa, que contou a história para um amigo, que insistiu que ele deveria entrar e revelar o local aos operários. O coordenador do projeto Reuso, responsável pela demolição, Fabrício Martins, conta que até a chegada de Hercílio no canteiro, eles estavam desacreditados que a existência da cápsula fosse verdadeira. Alguns dias antes, o secretário de Planejamento e Infraestrutura de Lages, Clayton Bortoluzzi, havia recebido uma cópia do livro da professora Flavia Maria Machado Pinto, em que revelava a possível existência da cápsula.

>> Cuidado_ Clayton explica que, no mesmo momento, entrou em contato com a equipe que trabalhava na demolição, para que ficassem atentos. “Nós começamos a procurar, mas acreditávamos que estivesse mais no meio da estrutura e não no local onde foi encontrado”, acrescenta o secretário. Hercílio (pai) lembrou com detalhes o local onde foi depositada a pedra. Embaixo de uma janela, do lado da antiga Farmácia América, na Rua Nereu Ramos. Foi bem neste local que, na tarde de quarta-feira, ela foi encontrada. Clayton explica que se a demolição seguisse o curso normal, seria muito mais difícil que a pedra fosse encontrada e preservada. Se Hercílio Filho não tivesse entrado no canteiro de obras, havia a possibilidade do objeto ser descartado com o resto dos resíduos.

>> Trajetória_ Hercílio Filho revela que o pai sempre trabalhou como operário, em obras na construção do antigo Banco Mercantil e do Clube Serrano. Atualmente, ele está bastante debilitado e não consegue mais enxergar normalmente. Foi por e-mail que avisou a irmã que a pedra foi encontrada, mas não sabe se o pai já foi informado. Emocionado, ele diz que é muito importante saber que contribuiu para a história lageana e que espera que o nome do pai, que foi de grande importância para a descoberta, seja lembrado.

À direita, Hercílio e Hercílio Filho posam para foto

30 dias para abrir a garrafa

O superintende da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi e o coordenador do Museu Histórico Manoel Thiago de Castro, Ader Godoy, explicam que serão cerca de 30 dias de secagem do material antes da garrafa ser aberta. O maior receio é que o contato com o oxigênio deteriore o material que está dentro da garrafa.  Nos primeiros 15 dias, o material ficará em uma caixa fechada com o óleo de melaleuca, uma substância usada para absorver a umidade. Nos outros 15 dias, a peça continua a passar pelo processo de secagem, feito pelos historiadores, arquivistas e outros profissionais do museu.  Ronconi explica que, agora, não se sabe o que esperar do material, já que ficou guardado por muito tempo e pode estar deteriorado. A professora Flavia Maria Machado Pinto, autora do livro Primeiras Escolas Públicas de Lages, revela que descobriu a existência da cápsula ao fazer pesquisas nos arquivos históricos do museu, ainda na época em que o seu fundador, Danilo Thiago de Castro era vivo e ajudava com a pesquisa. Ela revela que Danilo ficou muito interessado no trabalho, já que foi um dos primeiros alunos da Escola Normalista.  Flavia também estava bastante emocionada com a descoberta da cápsula, já que isso comprovou que sua pesquisa estava precisa. Quando for aberta, ela quer estar presente, para confirmar que os objetos relatados estão, realmente, dentro da garrafa de vidro mais comentada de Lages.

Comentários

Entretenimento

Pantera Negra em Lages

Published

on

Por

Foto: Divulgação

Pantera Negra (em inglês: Black Panther) é um super-herói das histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics, cuja identidade secreta é a de T’Challa, príncipe de Wakanda, um reino fictício na África. O personagem foi criado pelo escritor e editor Stan Lee e pelo escritor e ilustrador Jack Kirby. O filme está em cartaz no Cinermak, no Lages Garden Shopping. O longa foi definido pela atriz Danai Gurira (Okoye), no set de filmagem, em Atlanta, como “um convite à revolução”.

Na trama de Pantera Negra, Okoye amarga uma decepção com seu amado, W’Kabi (vivido por Daniel Kaluuya, indicado ao Oscar por Corra!), capaz de tudo por uma vingança que só o monarca de Wakanda poderia realizar. Uma vingança que envolve a guerra para preservar o Vibranium – o metal mais poderoso das tramas da Marvel Studios. Okoye entra nessa guerra como parte dos afazeres das Dora Milaje. No filme, o pai do personagem de Kaluuya, sogro de Okye, morreu em decorrência das invasões de mercenários como Ulysses Klaue (Andy Serkis), um dos vilões desta produção.

“Existe o amor romântico, mas existe o amor pela pátria. E no peito de Okoye, o dever fala mais alto. Queria que essa personagem representasse o amor por uma bandeira, mas também o amor por um ideal de África em ascensão”, diz a atriz.

Além de Chadwick Boseman no papel principal, o longa conta com Michael B. Jordan e Forest Whitaker. Danai Gurira vive Okoye e Lupita Nyong’o interpreta Nakia, as duas principais Dora Milaje do filme. Com direção de Ryan Coogler.

Comentários
Continue Lendo

Entretenimento

Wesley Safadão é o primeiro nome confirmado para a 30ª Festa Nacional do Pinhão

Published

on

Por

O lançamento oficial da festa, com a divulgação das datas de cada show, deverá ocorrer no mês de março - Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (15) foi confirmada a primeira atração da 30ª Festa Nacional do Pinhão. Wesley Safadão fará parte do line-up da festa que, este ano, comemora 30 anos de evento e promete trazer 30 shows entre os dias 25 de maio e 3 de junho.

A atração foi confirmada durante um bate-papo entre a produção do evento e uma rádio local, nesta quinta.

A programação ainda é planejada pela Gaby Produtora, empresa responsável pela infraestrutura e parte artística da festa pelo quinto ano consecutivo. Porém, alguns detalhes importantes já começaram a ser definidos.

Nesta quinta-feira, o prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese estiveram reunidos com os empresários Beto Ody e Lauri Schoenherr. Os produtores adiantaram que, nesta 30ª edição, a proposta é promover um resgate histórico da festa, fortalecendo o tradicionalismo.

Outra novidade é que os lageanos deverão ter ainda mais benefícios e facilidades na compra de ingressos, especialmente em relação a preços e pontos de venda.

Nas próximas semanas, Prefeitura de Lages e Gaby Produtora voltarão a se encontrar para acertar novos detalhes. O lançamento oficial da festa, com a divulgação das datas de cada show, deverá ocorrer no mês de março.

Comentários
Continue Lendo

Entretenimento

Espetáculos de humor e música programados para o Teatro Marajoara em 2018

Published

on

Por

Global Eva Wilma traz “Casos e Canções”, fechando o mês de fevereiro - Fotos: Divulgação

Ao iniciar as programações artísticas de 2018 no Teatro Marajoara, o comediante Hallorino Jr. traz a Lages o espetáculo “O Show da Família Pobre Brasileira”. A apresentação será no domingo (18 de fevereiro) às 20h30. Apresentado para mais de dez mil pessoas em todo o Brasil, a comédia de Hallorino Jr. mesmo traz performances de stand up comedy, paródias, imitações, personagens e interatividade com a plateia. Segundo a sinopse do espetáculo, o comediante apresenta ao público histórias da sua infância e cotidiano de uma forma cômica e interativa.

Serviço

O quê – espetáculo humorístico “O Show da Família Pobre Brasileira”, com Hallorino Jr.

Onde – Teatro Municipal Marajoara

Quando – dia 18 de fevereiro

Horário – 20h30

Ingressos – R$ 30 (meia-entrada)/R$ 35 (promocional antecipado) no Teatro

Eva Wilma no dia 25

A atriz global Eva Wilma fará em Lages, no dia 25 de fevereiro, às 20h, um espetáculo diferente do que os seus fãs estão acostumados a assistir. “Casos e Canções” é mais que um show musical, a atriz leva para a plateia, de forma lúdica, as memórias de 65 anos de carreira que começou em aulas de violão e canto com a icônica Inezita Barroso.

Acompanhada por Johnnie Herbert e William Paiva, entremeia suas conversas com a interpretação de canções que fizeram parte de sua e nossa história. No repertório, além de clássicos de Inezita, Baden Powell e Vinicius de Moraes, Eva transforma suas memórias de infância com Lupicínio Rodrigues, entre outros grandes compositores.

Serviço

O quê – “Casos e Canções” com Eva Wilma;

Onde – Teatro Municipal Marajoara

Quando – dia 25 de fevereiro

Horário – 20h

Ingressos – R$ 30 (meia-entrada)/R$ 60 no Teatro

Produtor local: Roger Andrade

Comentários
Continue Lendo

Entretenimento

Escola vencedora do carnaval do Rio será conhecida nesta quarta-feira

Published

on

Por

Foto: Gabriel Nascimento/ Riotur/ Divulgação

A abertura dos envelopes com as notas das escolas de samba do grupo especial do carnaval do Rio de Janeiro ocorrerá na tarde de hoje, a partir das 15h30, na Praça da Apoteose, no Sambódromo.

Antes da leitura das notas, o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Jorge Castanheira, fará um sorteio para definir a ordem de leitura dos quesitos.

O último quesito sorteado será o primeiro para fazer o desempate entre duas ou mais agremiações que obtiveram a mesma pontuação.

De acordo com a Liesa, as seis primeiras classificadas voltarão a se apresentar no Sambódromo no sábado (17), no desfile das campeãs. As duas últimas colocadas caem para o grupo de acesso.

São Paulo

Na terça (13), foi conhecida a escola vencedora das escolas de samba de São Paulo, A escola Acadêmicos do Tatuapé foi a grande campeã, conquistando o título pelo segundo ano seguido.

A escola apresentou na avenida o enredo Maranhão, os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria, que contou a história do estado a partir das particularidades de seu povo, da riqueza cultural e das belezas naturais.

As notas foram lidas no Sambódromo do Anhembi. O vice-campeonato ficou com a Mocidade Alegre com um enredo sobre a cantora Alcione. Celebrando os 70 anos da “Marrom”, o samba-enredo Alcione: a Voz Marrom Que Não Deixa o Samba.

Na última e penúltima colocação, as escolas Unidos do Peruche e Independente Tricolor foram rebaixadas para o Grupo de Acesso.

O desfile das campeãs das escolas de samba de São Paulo ocorrerá nesta sexta-feira (16).

Fonte: Agência Brasil

Comentários
Continue Lendo

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©