Conecte-se a nós

Notícias

Cadastramento em São Joaquim para reduzir a criminalidade

Published

em

Policiais civis realizam prisões, dentre os detentos, está um homem envolvido em um latrocínio - Foto: Polícia Civil/ Divulgação

A Polícia Civil prendeu, esta semana, em São Joaquim, na Serra, um dos autores de um latrocínio (roubo seguido de morte) que ocorreu na cidade de Itaenga, no estado de Pernambuco. Trata-se de um rapaz, de 21 anos. Outros dois homens também estão preso por este mesmo crime.

A prisão chama a atenção para um fato que tem ocorrido com frequência em São Joaquim. Nesta época do ano, milhares de pessoas, como é o caso do rapaz preso por latrocínio, vêm de outras regiões do Brasil para atuarem na safra da maçã, o que, muitas vezes, acaba gerando um problema social no município.

Na tentativa de resolver este problema, autoridades locais criaram o projeto “Safra Cidadã”, por meio do qual é feito o cadastramento dos operários que atuam na área da fruticultura. O objetivo é conhecer o perfil deste público, evitando, por exemplo, que pessoas de má índole venham para a região para cometerem crimes ou para se esconderem da Justiça.

De acordo com o delegado de Polícia Ricardo Melo, o “Safra Cidadã” envolve todos os órgãos de segurança pública e é desenvolvido em parceria com os produtores de maçã. Atualmente, o banco de dados já conta com cerca de mil trabalhadores registrados.

O cadastramento é feito pela Associação dos Produtores de Maçã (Amap). Além de auxiliar nos trabalhos de segurança pública, o cadastro serve, também, para que o município planeje ações nas áreas de assistência social, saúde e educação.

O delegado afirma que, durante a safra, aumentam de forma significativa os crimes em São Joaquim. Os delitos mais comuns são os praticados contra o patrimônio (furtos e roubos) e delitos relacionados ao consumo e tráfico de drogas.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: