Conecte-se a nós

Notícias

Marido teria confessado ter matado policial civil lageana, Karla Silva de Sá Lopes

Published

em

Karla Silva de Sá Lopes, estava desaparecida - Foto: Reprodução

Atualizado às 12h16 (8/12)

O cabo da reserva da Polícia Militar de Santa Catarina, Luiz Fernando Lopes, teria confessado o feminicídio da própria mulher, Karla Silva de Sá Lopes, de 28 anos. Nesta quinta-feira (07) pela manhã, ele procurou a delegacia para registrar o possível desaparecimento da policial civil. Contudo, na manhã desta sexta (8), o advogado de Luiz afirmou que essa confissão não existe.

No comunicado, feito nesta quarta pela manhã na Delegacia de Polícia Civil de Itapema, o cabo Fernando informou que sua mulher havia saído para caminhar, por volta das 7h30, e não teria retornado. Disse, também, ter procurado Karla no hospital, junto ao Samu e aos bombeiros, mas sem sucesso.

No final da tarde, o cabo se apresentou à polícia, entregou sua arma e disse que ele e a mulher discutiram, que se descontrolou e atirou na cabeça dela; levou o corpo para a praia de Taquaras, em Balneário Camboriú, onde o enterrou. Após a confissão, Fernando Lopes foi detido e levado a Taquaras para mostrar onde estava o corpo da policial lageana. O caso está sendo investigado por policiais da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: