Conecte-se a nós

Notícias

Marido teria confessado ter matado policial civil lageana, Karla Silva de Sá Lopes

Published

em

Karla Silva de Sá Lopes, estava desaparecida - Foto: Reprodução

Atualizado às 12h16 (8/12)

O cabo da reserva da Polícia Militar de Santa Catarina, Luiz Fernando Lopes, teria confessado o feminicídio da própria mulher, Karla Silva de Sá Lopes, de 28 anos. Nesta quinta-feira (07) pela manhã, ele procurou a delegacia para registrar o possível desaparecimento da policial civil. Contudo, na manhã desta sexta (8), o advogado de Luiz afirmou que essa confissão não existe.

No comunicado, feito nesta quarta pela manhã na Delegacia de Polícia Civil de Itapema, o cabo Fernando informou que sua mulher havia saído para caminhar, por volta das 7h30, e não teria retornado. Disse, também, ter procurado Karla no hospital, junto ao Samu e aos bombeiros, mas sem sucesso.

No final da tarde, o cabo se apresentou à polícia, entregou sua arma e disse que ele e a mulher discutiram, que se descontrolou e atirou na cabeça dela; levou o corpo para a praia de Taquaras, em Balneário Camboriú, onde o enterrou. Após a confissão, Fernando Lopes foi detido e levado a Taquaras para mostrar onde estava o corpo da policial lageana. O caso está sendo investigado por policiais da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: