Conecte-se a nós

Esportes

Bruna Lemos é promessa para os Jogos Paralímpicos

Published

on

Lageana treina forte para permanecer na Seleção Brasileira e para se tornar atleta paralímpica - Foto: Bega Godóy

Praticante de atletismo, a meio fundista é especialista nas provas de 1.500 metros. A paratleta é uma das grandes promessas brasileiras para os Jogos Paralímpicos de 2020, no Japão.

Com visão parcial desde o nascimento, a jovem enfrenta treinos fortes de segunda a sábado, nos dois períodos, percorrendo 75 quilômetros por semana. Tudo sob o olhar do treinador Augusto do Anjos. Ela luta para permanecer na Seleção Brasileira e conseguir a única vaga da sua classe para os Jogos Paralímpicos.

Por isso, precisa melhorar o tempo. Sua melhor marca é de 5min23seg, conquistada recentemente no Open/Grand Prix em São Paulo, isso que disputou com atletas convencionais, com idades a partir de 16 anos. Ela é, atualmente, a primeira do Brasil na categoria T13 (baixa  visão).

Para virar atleta paralímpica, Bruna precisa correr abaixo de 5 minutos os 1.500 metros e figurar entre as três do mundo. Ela acredita nisso. “Vou conseguir. Treino muito.”

Para tanto, Bruna terá muitas chances de testar suas condições. Só no mês de junho serão três: Nacional em São Paulo, Open em Berlim  (Alemanha) e Open na Argentina. Há também etapas do Brasileiro ao longo do ano.

Desafios

Bruna, que estava com a delegação em São Paulo, no Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro, voltou a Lages e aos treinos. No Sudeste, ela se preparou para a disputa do desafio da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)) e em menos de uma semana participou de duas grandes competições. Correu a prova dos 1.500 metros com atletas convencionais e melhorou sua marca, ficando em 1° na sua classe (T13 deficientes visuais) e 5°no geral, no Brasil.

Também disputou o Open Internacional do Brasil, no qual conquistou a marca de 5min23seg e o 1° lugar da classe e 2° lugar geral entre os deficientes visuais (T11/12/13). Agora está focada na busca do tempo de 4min59seg nos 1.500 metros para se manter na Seleção e garantir a vaga permanente na equipe nacional.

“Treinei com dores, me recuperei de lesão durante o período e consegui minha melhor marca do ano, mas esse é só o começo do meu objetivo, que é disputar a Paralimpíada de Tóquio 2020, estou no caminho, vamos chegar lá.”

O técnico Augusto dos Anjos está feliz com os resultados e confia nela. “A Bruna é uma grande atleta, ela consegue progredir nas mais diversas condições, então, o trabalho vai evoluir e cremos na convocação para a Paralimpíada de Tóquio 2020

Comentários
Compartilhe

Esportes

Definidos os campeões do voleibol masculino e feminino

Published

on

Foto: Bega Godóy

A fase municipal dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) está sendo desenvolvida em todo o Estado. Em Lages, a competição abrange 20 escolas entre privadas e públicas e mais de 900 estudantes, de 12 a 14 anos. São disputas de basquete, vôlei, xadrez, tênis de mesa, handebol e futsal no masculino e feminino.

Os campeões dos esportes coletivos passam para a fase microrregional, o mesmo ocorre com as equipes que se classificaram em primeiro e segundo na edição do ano passado. Avançam, também de fase, os campeões e o vices dos esportes individuais.

O microrregional não tem data e sede definida, o certo é que a Fesporte é quem gerencia a competição que deve acontecer mês que vem. Além das modalidades da fase municipal, outros esportes são inseridos na programação, como o badminton, judô e natação entre outras.   

Ontem no Ivo Silveira, aconteceram as disputas do voleibol masculino e feminino. A programação previa 12 partidas, nos dois naipes, e somente quatro aconteceram, ou seja 66% das equipes não compareceram para jogar (WO).

Os campeões no masculino foram os meninos da Escola Santa Helena, já no feminino, a representante na fase microrregional será o Bom Jesus, comandado pelo professor Cláudio Medina. A competição começou na segunda-feira e segue até amanhã.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Esportes

Vitória deixa Inter de Lages mais perto da classificação

Published

on

Na arquibancada, o garoto Ezequiel Tives Raulino, de 9 anos, se preparava para assistir a mais uma partida do Inter de Lages. Apesar do frio, ele saiu de sua casa no Bairro Gethal para poder presenciar um jogo decisivo do time lageano. Além do pequeno, mais 128 pessoas também enfrentaram as baixas temperaturas, que no início do jogo era de 8ºC, para motivar os jogadores.

O time adversário era o Nova Iguaçu, do Rio de Janeiro. Os atletas foram surpreendidos com o frio. Subiram do vestiário para o campo com luvas e um deles, até com calção térmico. Os jogadores precisaram de um reforço, e não foi de um integrante a mais, mas sim, de um cobertor. Todos que ficaram no banco se cobriram com uma grande manta.

No termômetro 8ºC e sensação térmica de 4ºC. O jogo, que começou tranquilo, foi logo esquentando. Aos 9 minutos e 45 segundos, o Inter de Lages, com Sidney abriu o placar. Os jogadores comemoraram o gol, todos se abraçaram e chegaram a se ajoelhar.

A partida seguiu, e a temperatura subiu dentro e fora de campo e nas arquibancadas. Entre a briga pela posse de bola, problemas com a arbitragem. Várias discussões entre juiz e jogadores, além de gritos da arquibancada para a árbitro assistente 2.

Aos 20m30s, ainda do primeiro tempo, Gabriel Lagoa, de peixinho, marcou o segundo gol. Os dois primeiros gols são de jogadores que estavam no banco durante a competição, mas tiveram a oportunidade de jogar na noite gelada de domingo.

Três minutos depois, aos 23m45s, Murilo, de Nova Iguaçu, com bola parada, chutou e balançou a rede do Tio Vida, marcando o primeiro gol do time carioca. Aos 27 minutos, o jogo parou. O goleiro Fabian Volpi não se sentiu bem.

Torcedores e jogadores não gostaram do trio de arbitragem. Reclamaram por diversas vezes, o que resultou em cartões amarelos. Os ânimos precisaram ser acalmados. Depois de ataques, quedas e faltas, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na volta do vestiário, o Inter de Lages não tinha alteração. O Nova Iguaçu mudou e no lugar de Marlon, jogou Lucas.

O Inter precisava de mais gols, devido aos saldo negativos. No segundo tempo, aos 7m30s, Luizinho marcou o terceiro gol. Quando se pensava que a partida estava ganha, o jogador Raniel do Nova Iguaçu, aos 19 minutos emplacou e cobriu o goleiro Fabian Volpi. Para a preocupação da torcida, Dieguinho, também do time carioca, aos 35 minutos marcou o terceiro gol.

Os torcedores do Inter de Lages já tinham até pensando que seria um empate, alguns foram para casa, mas aos 47 minutos, Luizinho chutou e deixou o goleiro no chão. Fim de jogo. Inter de Lages 4 e 3 Nova Iguaçu. Comemoração entre os jogadores e torcida aquecida e animada pelo jogo.

Com esse resultado, o Inter de Lages fica como segundo colocado no Grupo A15, da Série D, do Campeonato Brasileiro. No próximo fim de semana, joga contra o líder da competição, o Caxias, na cidade gaúcha de mesmo nome, às 18 horas.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Esportes

Inter enfrenta jogo difícil sem Éder, o goleiro titular. Entra no lugar, Fabian Volpi

Published

on

Volpi foi titular ano passado e volta ao time - Foto: Inter de Lages/Divulgação

Com a volta de Fabian Volpi ao time titular, Inter de Lages quer o apoio da torcida para continuar brigando pela classificação no Campeonato Brasileiro da Série D do grupo A15. Quando entrar em campo neste domingo, contra o Nova Iguaçu, o colorado já saberá o resultado do jogo entre Mirassol e Caxias.

Um empate ou uma vitória do time gaúcho favorecem a equipe da Serra Catarinense. Com 6 pontos na tabela, o Inter, que é comandado por Juninho, precisa vencer o jogo para tentar a classificação contra o Caxias na última rodada da 1ª fase.

Na partida contra os paulistas de Mirassol, fora de casa, quando o colorado perdeu por 2 a 0, o goleiro Éder se machucou e assim segue no departamento médico. Com isso, Volpi retorna ao time titular do Inter. A última vez que ele saiu jogando foi na derrota em Lages para o Brusque, pela última rodada do turno do Catarinense.

Promoção

Para atrair o público, a diretoria colorada está fazendo uma promoção e todo mundo paga meia-entrada. O valor único será de R$ 20 para a arquibancada coberta ou descoberta. O acesso será pelo Portão 3, ao lado da bilheteria.

A bilheteria abre no domingo, às 14h, e o ingresso pode ser adquirido até o final do primeiro tempo. Menores de 12 anos, que estiverem acompanhados dos pais, ou responsáveis, não pagam ingresso.

 

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©