Conecte-se a nós

Negócios

Brasileiros não conseguem economizar, revela pesquisa

Published

em

Fotos: Marcela Ramos (enquete) e Susana Küster (principal)

Em cinco anos, a poupança fechou com o melhor resultado para o mês de abril, porém, o saldo positivo foi somente de 1,3 bilhão. Isso mostra que uma pesquisa feita pelo SPC e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) está correta. Nela, foi divulgado que 56% dos brasileiros assumiram não fazer orçamento e 69% afirmaram não ter poupado nenhuma parte da renda nos últimos 12 meses.

E os dados revelam que os 31% que disseram poupar parte da renda, mais da metade guardou menos do que 10% do dinheiro recebido nos últimos 12 meses. A opinião das pessoas entrevistadas pelo Correio Lageano está dividida. Das quatro pessoas, uma não consegue poupar e três economizam, mas duas com dificuldade.

Na opinião do educador financeiro Reinaldo Domingos, os números demonstram uma tendência nacional. Poucos têm o hábito de economizar e os que poupam guardam apenas uma pequena parte da renda. Para ele, esse comportamento afeta todas as faixas etárias, principalmente, as pessoas que ganham menos.

Sem poupança ou com pouco dinheiro guardado, os objetivos pessoais ficam em segundo plano. O especialista em finanças domésticas Carlos Sampaio ressalta que a preocupação com dívidas maiores do que os ganhos, desconhecimento de juros compostos, falta de planejamento financeiro e a frustração pela não realização dos sonhos são frequentes entre os brasileiros.

Dados

Segundo levantamento do Banco Central, o cartão de crédito é o produto financeiro mais utilizado pelos brasileiros (45%), seguido pelos carnês de lojas e pela conta-poupança. Cartão de crédito, carnê de lojas e empréstimo pessoal são produtos mais utilizados por mulheres do que por homens (26,5%). Já a conta poupança, o cheque especial e o financiamento do carro são produtos mais utilizados por eles.

Enquete

 

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: