Conecte-se a nós

Notícias

Bombeiros recebem trote todos os dias

Published

em

Foto: Susana Küster

Era por volta das 15 horas, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender à uma ocorrência de incêndio em um ônibus, na estrada geral em direção à Localidade de Guará, em Lages. A fumaça densa e branca era vista de longe, mas ao chegar no local, os socorristas constataram que o chamado não passava de um trote. Na verdade, a fumaça vinha do campo, devido ao fogo bem baixo na vegetação. Uma viatura de combate ao incêndio foi deslocada até o local.

A rotina dos bombeiros é receber, pelo menos, um trote por dia. Eles ocorrem, principalmente, nos horários de saída dos colégios. De janeiro até esta segunda-feira (2), 294 chamadas foram atendidas, sendo que a maioria era trote e em outras situações, a pessoa pediu socorro dos bombeiros, resolveu a situação e não ligou para cancelar.

O que causa o mesmo transtorno, já que a viatura e os profissionais vão ao local do mesmo jeito. “Trote é gasto de dinheiro público, além disso, às vezes, deixamos uma pessoa que realmente precisa esperando atendimento, pois o operador está na outra ligação que é falsa”, lamenta o soldado Luciano Rangel, do Corpo de Bombeiros.

O operador da central telefônica dos bombeiros faz uma triagem e percebe a maioria dos trotes, sendo que nem passa para a guarnição ir até o local. Para tentar amenizar a situação, Rangel conta que há palestras nas escolas, além dos projetos Bombeiros Mirim e Juvenil, que visam a conscientizar crianças e adolescentes sobre cuidados no lar, noções de primeiros socorros, combate a incêndios e cidadania.

Punição

É bom lembrar que há uma pena para quem é pego passando esse tipo de trote. Segundo o artigo 266 do Código Penal, “interromper ou perturbar o serviço telefônico” é crime e o infrator poderá incorrer em pena de detenção de um a seis meses ou multa.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: