Conecte-se a nós

Notícias

Até o momento, terremoto no México não causou vítimas ou prejuízos

Published

em

México, 30/06/2010, (EFE)

 

O forte terremoto que afetou vários estados mexicanos e teve epicentro no sudoeste do país não causou por enquanto danos pessoais nem materiais, segundo os primeiros relatórios publicados pelos serviços de Defesa Civil.

 

O abalo, com magnitude de 6,4 na escala Richter e com epicentro no litoral do estado de Oaxaca, foi sentido às 2h22 locais (4h22 em Brasília) com diferentes intensidades no estado, no sudoeste do país, e em outros como os de Guerrero, Puebla, Estado do México e a capital da república.

 

Fontes de Defesa Civil em Oaxaca informaram à agência Efe que no primeiro relatório dos 570 municípios do estado não há informações sobre danos materiais de consideração nem notícias de feridos.

 

Quanto à Cidade do México, onde muitas pessoas saíram às ruas após sentirem o tremor, apenas foram constatados cortes no fornecimento de energia elétrica em três bairros, mas as autoridades seguem trabalhando para supervisionar o estado de ruas e edifícios.

 

O chefe de Governo (prefeito) do Distrito Federal, Marcelo Ebrard, informou através de sua página na rede social Twitter que não foram registrados danos, e helicópteros da Polícia, patrulhas e o sistema de câmeras supervisionaram vários pontos da cidade.

 

Segundo a informação preliminar publicada pelo Instituto Nacional de Sismologia do México, o tremor alcançou uma intensidade de 6,4 na escala Richter.

 

Por sua parte, o Serviço Geológico dos Estados Unidos afirma que a intensidade foi de 6,5, e o epicentro ficou a cerca de dez quilômetros de profundidade no litoral de Oaxaca, a aproximadamente de 355 quilômetros da capital mexicana e a cerca de 160 quilômetros de Puerto Ángel, no litoral de Oaxaca.


Foto: (EFE)

Compartilhe
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade do Correio Lageano e Portal CLMais