Conecte-se a nós

Notícias

Assalto leva medo e apreensão a São José do Cerrito

Published

on

Fotos: Andressa Ramos

Foram minutos de tensão e desespero para quem estava dentro e fora da Cooperativa de Crédito, Sicoob – Credicarú, no Centro de São José do Cerrito, na Serra Catarinense. Era por volta das 10h30, desta segunda-feira (7), dia típico de pagamento e também de movimento, na cidade de pouco mais de nove mil habitantes.

Um Peugeot, de cor prata, com placas de Pomerode, estacionou em frente à cooperativa, cinco homens encapuzados com coletes escritos – Polícia Civil – portando grandes armas, entraram na agência e anunciaram o assalto.

Quem estava do lado de fora correu para a farmácia, supermercado, lanchonete e restaurante. Até na Unidade de Saúde as pessoas foram se esconder. É que muitas pessoas estavam no local para fazer compras ou realizar atividades bancárias.

As portas do carro ficaram abertas. Ao entrarem na agência, os homens quebraram a porta de vidro com uma marreta, e pediram para que todos deitassem no chão de barriga para baixo. Três bandidos procuraram de imediato pelo gerente, que ao reagir levou uma coronhada na nuca de um revólver.

Neste instante, as pessoas correram para todas as salas do prédio, inclusive para uma área que está em reforma e só se pode subir com uma escada de alumínio. Um grupo de mulheres se trancou em uma sala.

Uma testemunha relatou que uma mulher se fechou na sala em que estaria o cofre, os assaltantes tentaram entrar, mas, ao saber que o cofre leva, em média, 15 minutos para ser aberto, acabaram desistindo. “De quem eles puderam levaram o dinheiro, pegaram até dos caixas”.

Duas pessoas foram feitas reféns, entre elas, o agricultor José de Assis Mota, de 53 anos.  “Chegaram devereda, quebraram o vidro com uma marreta e já tiraram a arma do guarda”.

Uma funcionária, de uma lanchonete próxima, relata que viu duas pessoas serem feitas reféns na porta da agência. Com as mãos na cabeça, as vítimas aguardaram até a saída dos assaltantes de dentro do banco.

Os moradores da cidade, acreditam que a ação levou, em média, cinco minutos. “Mas para quem estava lá dentro parecia uma eternidade”, completou um rapaz. Uma senhora, ainda com os olhos marejados, diz não acreditar no que estava vendo. “Até agora não acredito que saí de lá viva”. Ela descreve que lembrou apenas de esconder a bolsa.

Com medo, todos os estabelecimentos fecharam as portas. A direção da cooperativa não quis se pronunciar e não informou sobre o montante roubado.

O alerta

Foi por meio do grupo de whatsapp da Rede de Vizinhos, da Polícia Militar, que uma pessoa que estava dentro do banheiro da agência bancária conseguiu avisar sobre o assalto. A orientação teria sido para que ligassem ao 190, que naqueles minutos só dava ocupado. “O íncrivel é que a polícia chegou aqui só uma hora depois do acontecido”, alegou um morador.

O comandante da Polícia Militar em São José do Cerrito, Subtenente Donisete, contesta, afirmando que a demora se deve por estratégia, para garantir a integridade da vida das pessoas. Por estarem apenas com um policial e arma pequena, a medida preventiva foi esperar a confirmação de que os homens haviam deixado a agência. Porém, ao sair por uma rua, os homens passaram pela rua de trás da delegacia. A cidade tem pontos com câmeras de vigilância, mas nenhuma delas estaria funcionando.

Investigação

Em operação conjunta, Polícias Militar e Civil, além do Instituto Geral de Perícias, PPT e Águia, trabalharam, logo após o assalto, nas buscas dos criminosos.

Veículo queimado

Após saírem da cidade os assaltantes viajaram pela BR-282, sentido a Lages e pararam na localidade Lajeado da Taipa, onde incendiaram o veículo. Uma pessoa relatou que foi encontrado perto do veículo uma sacola com as toucas usadas na ação, além de notas fiscais de Balneário Camboriú.

Escola

Crianças da Escola de Educação Básica Mauro Gonçalves Farias estavam na quadra de esportes e nas salas de aula, quando o assalto começou. Por medo das crianças irem até a janela e de um provável tiroteio, as professoras deixaram os estudantes abaixados.

Comentários
Compartilhe

Notícias

Acidente com moto e automóvel no Centro de Lages

Published

on

Fotos: Bega Godóy

Um Siena prata de Lages conduzido por Luiz Rodrigues e uma Honda Biz de Lages, colidiram na noite desta quarta-feira (18). O acidente aconteceu na esquina com a Rua Juca  A. Lucena e Castro Alves, no Centro. O motociclista transitava pela Castro Alves, sentido Centro, quando colidiu com o Siena que entrava na Juca A. Lucena.

Veiculo e moto ficam danificados

O condutor da moto não teve a identidade revelada, e foi socorrido pelos bombeiros, sendo conduzido ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Sua situação era estável.  No Siena, além do motorista, estava dona  Maria de Lourdes Rodrigues, de 94 anos. Ela nada sofreu nada, porém, ficou assustada, pois saía de sessões de fisioterapia e se dirigia para a casa na companhia do filho. O impacto foi tão grande que a frente e a lateral do automóvel ficaram muito danificadas, já a moto ficou destruída.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Brasil tem 677 casos de sarampo confirmados, diz Ministério da Saúde

Published

on

Por

Foto: Divulgação

Balanço divulgado na tarde desta quarta-feira (18) pelo Ministério da Saúde mostra que o Brasil tem 677 casos confirmados de sarampo. Segundo a pasta, atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo – em Roraima e no Amazonas. Até terça (17), foram confirmados 444 casos de sarampo no Amazonas, e 2.529 permanecem em investigação. Roraima confirmou 216 casos da doença e 160 continuam em investigação.

O ministério informou que, desde fevereiro, quando começaram a surgir os casos de sarampo, foram registradas três mortes: duas em Roraima e uma no Amazonas. Em Roraima, um caso suspeito de morte pela doença ainda está em investigação.

De acordo com o balanço, os surtos estão relacionados à importação. “Isso ficou comprovado pelo genótipo do vírus (D8) que foi identificado, que é o mesmo que circula na Venezuela”, diz a nota.

Ainda segundo a pasta, alguns casos isolados e relacionados à importação foram identificados nos estados de São Paulo (um), Rio Grande do Sul (oito); e Rondônia (um). Até o momento, o Rio de Janeiro informou ao Ministério da Saúde, oficialmente, sete casos confirmados. “Cabe esclarecer que as medidas de bloqueio de vacinação, mesmo em casos suspeitos, estão sendo realizadas em todos os estados”, diz o ministério.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. Segundo o ministério, o Brasil está empreendendo esforços para interromper a transmissão dos surtos e impedir que se estabeleça a transmissão sustentada. “Para ser considerada transmissão sustentada, seria preciso a ocorrência do mesmo surto por mais de 12 meses”, diz a pasta.

Vacina

Oferecidas gratuitamente pelo Ministério da Saúde para todos os estados, as vacinas tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e tetra viral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela) fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação e estão disponíveis ao longo de todo o ano nos postos de saúde em todo o país.

“É importante ressaltar que não há necessidade de corrida aos postos de saúde, já que as ações para controle do surto da doença, como bloqueio vacinal, nas localidades acometidas por casos de sarampo estão sendo realizadas com rigor”, diz  nota divulgada pela pasta.

Neste momento, o Ministério da Saúde está intensificando a vacinação das crianças, público mais suscetível à doença. “Entretanto, adultos não vacinados devem receber a vacina prioritariamente em locais onde há surto da doença, como em Roraima e Manaus (AM). Pessoas que já completaram o esquema, conforme preconizado para sua faixa etária, não precisam novamente receber a vacina”, acrescenta o ministério.

Crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade têm que receber uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral). Crianças entre 5 anos e 9 anos de idade que não foram vacinadas anteriormente devem receber duas doses da vacina tríplice com intervalo de 30 dias entre as doses.

A campanha nacional de vacinação será realizada entre 6 e 31 de agosto, sendo o dia D no sábado (18). O público-alvo dessa estratégia são crianças de 1 ano a menores de 5 anos.

Segundo o ministério, a meta de vacinação contra o sarampo é de 95%. Dados preliminares referentes ao ano passado indicam que a cobertura no Brasil foi de 85,21% na primeira dose (tríplice viral) e de 69,95% na segunda dose (tetra viral).

Por Agência Brasil

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Temperaturas elevadas continuam até sexta-feira

Published

on

Por

Na quinta, as temperaturas podem chegar aos 27 º C em Lages - Foto: Gislaine Couto

Nesta quinta-feira (19), o clima será estável com predomínio de sol em todas as regiões de Santa Catarina. Uma massa de ar seco e quente ganhou força sobre o Sul e Sudeste do Brasil, no início da semana, está garantindo essa sequência de dias com sol, poucas nuvens, calor e baixa umidade do ar durante as tardes. As temperaturas podem chegar aos 27 ºC em Lages, e 31°C no Litoral Norte do Estado, segundo previsão da Epagri/Ciram.

Para sexta (20), o tempo será de sol com aumento de nuvens em Santa Catarina, no decorrer da tarde. No Oeste do Estado, condição de chuva e trovoadas isoladas à noite. As temperaturas continuam elevadas para época do ano. A partir de sábado (21), o tempo começa a mudar. O calor fora de época dará lugar ao frio e a temperatura começa a cair. As mínimas devem chegar aos 7 ºC em Lages.

O tempo será nublado e com possibilidade de chuva pela manhã e na madrugada na maior parte do Estado. A chuva chega com descarga elétrica (raios) e trovoadas isoladas, especialmente no Oeste e Serra Catarinense. No decorrer do dia, o tempo melhora com aberturas de sol devido ao avanço de uma massa de ar seco e frio.

Segundo o engenheiro agrônomo Ronaldo Coutinho, afirma que ainda no sábado, a previsão indica uma remota chance de garoa congelada ou neve nos pontos mais altos do topo da Serra. Além disso, segundo Coutinho há chance de formação de sincelo no Morro das Torres, em Urupema. Também há uma possibilidade deste fenômeno, no topo da Serra do Rio do Grande do Sul (RS), no amanhecer.

Cerejeiras embelezam Lages

A partir do mês de julho, as cerejeiras começam a florir na cidade e embelezam ainda mais a paisagem urbana com seus tons de rosa. Seguindo a mesma tendência de 2016, elas estão surgindo mais cedo que o comum, pois geralmente nascem em setembro. Confira um registro dos leitores do CL, que enviaram suas fotos das cerejeiras.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 - Centro - CEP: 88502-000 - Lages (SC) - Brasil . Contato - Fone: 49 3221.3300 e-mail: correiolageano@correiolageano.com.br

Todos os direitos autorais são propriedade/responsabilidade do Correio Lageano. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste site, parcial ou integralmente, é expressamente proibida sem a permissão prévia por escrito do CL ou do titular dos direitos autorais.