Conecte-se a nós

Notícias

Aplicativo de transporte chega a Lages

Published

em

Reprodução/ Divulgação

Ficou ainda mais fácil se deslocar em Lages. Um aplicativo de carona chegou: o Garupa. Semelhante ao Uber, Cabify, entre outros, este é o primeiro app do segmento a operar no município e já tem motoristas disponíveis. Jesualdo Barros é um dos primeiros “garupers” a trabalhar com esse serviço digital.

Cadastrado há cerca de um mês, ele fez sua primeira “corrida” com o Correio Lageano na manhã desta quinta (11). Conta que se interessou pelo aplicativo devido aos benefícios do sistema, além de ser uma renda mensal alternativa. Como trabalha com a venda externa de produtos, Jesualdo considera o serviço um meio de fazer mais contatos.

Outro fator que anima o garuper é o fato de poder levar essa facilidade às pessoas. “Esse app novo vem para trazer até conforto”.

Esse conforto que o motorista diz é reconhecido nesse meio, que tem como regra dispor de carros mais novos, com ar-condicionado, quatro portas etc.

O sistema é relativamente novo na região, mas logo deve atrair mais adeptos. Jesualdo não é o primeiro motorista e acredita que há pelo menos outros 10. Mas quem tem estado disponível na maior parte do tempo é ele.

Transporte privado

Os aplicativos de transporte privado se tornaram populares pela facilidade em pedir uma corrida. O usuário baixa o app no smartphone, faz o cadastro, seleciona o destino e checa se tem carros disponíveis.

Quando um motorista vê que a pessoa precisa de transporte, assume o pedido e busca, levando-a até o destino final. Além dessa agilidade, o valor final também é transparente. O usuário sabe na hora quanto custará o trajeto e pode escolher pagar com cartão de crédito ou à vista (diretamente ao motorista).

Repercussão

Um dos pioneiros desse formato foi a empresa Uber. Ao vir para o Brasil, o app sofreu represálias por parte dos taxistas, concorrentes diretos desse serviço. Aos poucos os “ânimos” foram diminuindo e as classes dividindo os espaços. Jesualdo até ficou com receio no início, mas acredita que há lugar para todos trabalharem.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: