Conecte-se a nós

Notícias

Aparelho quebra e um novo será instalado no hospital

Published

em

Acesso externo e interno da sala está trancado e sem informação sobre o que aconteceu - Foto: Susana Küster

O tomógrafo do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP) quebrou na segunda quinzena de dezembro, devido à oscilação de energia e também por causa do tempo de uso, pois funciona no local há cerca de 15 anos.  Por conta disso, o diretor executivo, Fernando Castanheira, afirma que foi decidido trocá-lo por um mais moderno, que tem origem na Alemanha. “É o melhor que existe atualmente, a qualidade das imagens é espetacular. O antigo era muito sensível a mudanças bruscas de tensão e esses aparelhos têm um prazo de uso”.

Para os pacientes continuarem a fazer exames de tomografia e ressonância feitos pelo aparelho, o diretor-executivo ressalta que todos estão sendo deslocados para a empresa Digimax.

Para o hospital, o transporte e o pagamento de exames para outra empresa fica mais caro do que fazer com sua estrutura. Por isso, está sendo viabilizada a compra de outro aparelho. O principal para resolver este impasse, que é o recurso, já está garantido através de uma emenda da deputada federal Carmen Zanotto, de R$ 2.209,339,00. “O hospital atende pacientes pelo SUS de grande parte do Estado e é referência em urgência e emergência. Durante o ano, haverá mais designação de recursos, mas só anuncio depois que eles são pagos”.

Com este valor de mais de R$ 2 milhões, o hospital comprará, além do tomógrafo: aparelho de radiodiagnóstico; sistema endoscopia flexível; sistema de videoendoscopia flexível; desfibrilador convencional; endoscópio flexível; eletrocardiógrafo e aparelho de raio-x móvel.

O diretor executivo do hospital explica que para implantar o tomógrafo será preciso readequar a sala, pois ele necessita de mais energia para funcionar. Por isso, a previsão é de que o novo aparelho comece a funcionar na primeira quinzena de fevereiro.

>>Acesso restrito – Quando o Correio Lageano foi até o HNSP, a sala estava trancada e não foi possível o acesso, inclusive, estranhamente, informações extraoficiais são de que até os funcionários não possuem permissão para entrar no espaço. Em frente à porta da sala tinha uma placa indicando ser sala de tomografia e ressonância, mas ela foi retirada. O acesso ao local pelo lado de fora está fechado e não há uma placa informando sobre o que aconteceu. Ontem à tarde, uma senhora foi até o lugar para buscar uma segunda via de um exame, mas acabou desistindo quando viu a sala trancada e foi informada pela equipe do CL sobre a transferência dos exames.  Ela preferiu ligar mais tarde para saber de que forma poderia proceder para conseguir seu resultado.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: