Geral

Alunos aprendem mais sobre a história de Lages

Published

em

Foto: Marcela Ramos

Com dedicação e entusiasmo os alunos da Escola de Educação Básica Lúcia Fernandes Lopes, do Bairro Santa Catarina, em Lages, expuseram o projeto “Lages e pinhões, histórias que se entrelaçam”. Com a ajuda do grupo Inovador, que envolve 17 professores e coordenadores, estudantes do ensino médio que ficam o dia todo na escola, foram responsáveis pela escolha do tema e toda a organização.  

Os alunos Stephanie Folgas, de 17 anos, e Josué Antunes Rodrigues, de 18, formaram o casal de gralhas. Eles se fantasiaram para receber os visitantes de forma alegre e descontraída, mas deixando explícito o objetivo da exposição, que era a diversidade da cultura lageana. “Faz quatro anos que estudo aqui, e tivemos várias viagens para conhecimento, mas por meio desse projeto, pude entender coisas que estavam aqui na minha terra. Tenho meus colegas como meus irmãos, trabalhamos bem juntos”, conta Josué. 

São três setores da escola decorados de forma educativa. O primeiro é uma sala composta por pequenos corredores, e nas paredes estão os cartazes organizados por uma linha do tempo, que começa a partir de 1989, com fotos de todas as realezas que passaram pela Festa Nacional do Pinhão. Alguns vestidos também estão em exposição nos manequins. Em seguida, há um televisor, através do qual passa um vídeo com fotos dos alunos durantes as visitas aos locais  que fazem parte da história cidade.

A coordenadora do Ensino Médio Inovador, Mariely Floriani, explica que a produção e organização do projeto começou em agosto, e durante esse período, foram realizadas pesquisas e visitas a lugares históricos de Lages, como o Museu Histórico Thiago de Castro, Fundação Cultural de Lages e Parque Natural Municipal João José Theodoro da Costa Neto. 

“Foi maravilhoso participar desse projeto, aprendemos muitas coisas, fomos atrás das informações e do aprendizado. Conhecemos a mesquita, foi gratificante”, conta Stephanie

No último corredor, está a mostra fotográfica de Lages com memórias do passado e do presente, com fotos antigas e atuais da cidade. Também está em exposição a primeira edição do Jornal Correio Lageano,  a qual completou, no mês de outubro, seus 80 anos. “Agradecemos ao pessoal da Fundação Cultural de Lages, que disponibilizou o material.”

A segunda exposição é a pesquisa geográfica histórica e sociológica de Lages, que está no palco do salão da escola. Os alunos montaram o mapa de Lages no chão, e, em volta dele, enfeitaram com tema tradicionalista. 

Por fim, o jogo de tabuleiro da história de Lages, feito pelo aluno Luis Fernando Santos Silva, de 17 anos. Foi muito gratificante fazer parte desse projeto, além de desenvolver nosso conhecimento, a gente pode buscar mais sobre nossa cultura e aprender mais sobre nossa cidade.” 

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Ricardo

    14/11/2019 at 16:10

    É louvável a iniciativa, mas é muito pouco. Nossa história relegada a poucas imagens e textos. Ela deveria fazer parte do currículo escolar como disciplina obrigatória, em especial nas escolas municipal.

Deixe uma resposta para Ricardo Cancelar resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto:
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: