Conecte-se a nós

Notícias

Aluna lageana representa Santa Catarina em evento nacional

Published

em

Mariana tem 13 anos e viajará pela primeira vez de avião - Foto: Andressa Ramos

No alto do Bairro Pró-Morar, em Lages, as famílias sofrem com problemas recorrentes de falta d’água, principalmente àquelas que moram no Morro da Querosene. São pessoas com renda baixa e que viram naquele espaço uma oportunidade de construírem e terem suas casas próprias.

A história dessas famílias, está presente no cotidiano de Mariana do Amaral Gomes, de 13 anos, que mora, com a família, na região. A aluna do oitavo ano da Escola Armando Ramos de Carvalho é a vencedora da etapa estadual da 5ª Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. Você deve estar se perguntando o que a história das famílias, a de Mariana e a escola tem em comum.

A escola precisava desenvolver um projeto para apresentar na conferência. Como já tinham uma proposta de fazer uma cisterna para o colégio, estudantes e professores aprimoraram a ideia, depois de verem a necessidade das pessoas do Morro da Querosene.

A equipe foi para a rua ouvir os moradores e suas histórias. “Depois da enchente de 1983, os moradores do Bairro Vila Nova, mudaram para o Pró-Morar, mas, depois de algum tempo, eles começaram a ficar sem água. E a partir daí, passaram até a ser vítimas de bullyng, inclusive nas escolas, sendo chamados de fedidos. Pensando nisso, nós tivemos a ideia de levarmos as cisternas para a casa dessas pessoas. Entrevistamos, fizemos o projeto e apresentei na etapa regional. Daqui da região saíram dois projetos de Lages e um de Palmeira”, explica Mariana.

A adolescente, filha de pais aposentados, e a mais nova de quatro irmãos, nunca havia se hospedado em hotel e tomado um café da manhã. Com essa chance de representar a Escola Armando Ramos de Carvalho, viajou, com mais dois alunos e uma equipe responsável da Gered para Laguna, onde disputou, por três dias, com mais de 100 crianças uma vaga na etapa nacional.

“Quase fui desclassificada”, mas não foi. Agora, Mariana irá viajar para Brasília, apresentar o projeto da cisterna às famílias do Morro da Querosene. Para a execução desse projeto, eles estimam um investimento de R$ 50, com manutenção anual no valor de R$ 25.

Evento quer fortalecer educação ambiental

A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente tem como objetivo fortalecer a educação ambiental nos sistemas de ensino, propiciando atitude responsável e comprometida da comunidade escolar com as questões socioambientais locais e globais, com ênfase na participação social e nos processos de melhoria da relação ensino-aprendizagem, em uma visão de educação para a diversidade, inclusiva e integral.

A Conferência Nacional é o encontro nacional das delegações estaduais para realização oficinas, atividades culturais e diálogos sobre o tema “Água”, a partir dos projetos de ação selecionados nas etapas Estaduais e Distrital.

Serão aproximadamente 460 delegados e delegadas, entre 11 e 14 anos, de todo país, que já debateram o tema em suas escolas, nas Conferências Municipais e ou Regionais e nas Conferências Estaduais. Na Conferência Nacional, esses jovens irão aprofundar a temática, socializar os projetos, participar de oficinas.

A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente acontecerá de 15 a 19 de junho de 2018.

Anúncio
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: