Conecte-se a nós

Notícias

Aluna lageana representa Santa Catarina em evento nacional

Published

on

Mariana tem 13 anos e viajará pela primeira vez de avião - Foto: Andressa Ramos

No alto do Bairro Pró-Morar, em Lages, as famílias sofrem com problemas recorrentes de falta d’água, principalmente àquelas que moram no Morro da Querosene. São pessoas com renda baixa e que viram naquele espaço uma oportunidade de construírem e terem suas casas próprias.

A história dessas famílias, está presente no cotidiano de Mariana do Amaral Gomes, de 13 anos, que mora, com a família, na região. A aluna do oitavo ano da Escola Armando Ramos de Carvalho é a vencedora da etapa estadual da 5ª Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. Você deve estar se perguntando o que a história das famílias, a de Mariana e a escola tem em comum.

A escola precisava desenvolver um projeto para apresentar na conferência. Como já tinham uma proposta de fazer uma cisterna para o colégio, estudantes e professores aprimoraram a ideia, depois de verem a necessidade das pessoas do Morro da Querosene.

A equipe foi para a rua ouvir os moradores e suas histórias. “Depois da enchente de 1983, os moradores do Bairro Vila Nova, mudaram para o Pró-Morar, mas, depois de algum tempo, eles começaram a ficar sem água. E a partir daí, passaram até a ser vítimas de bullyng, inclusive nas escolas, sendo chamados de fedidos. Pensando nisso, nós tivemos a ideia de levarmos as cisternas para a casa dessas pessoas. Entrevistamos, fizemos o projeto e apresentei na etapa regional. Daqui da região saíram dois projetos de Lages e um de Palmeira”, explica Mariana.

A adolescente, filha de pais aposentados, e a mais nova de quatro irmãos, nunca havia se hospedado em hotel e tomado um café da manhã. Com essa chance de representar a Escola Armando Ramos de Carvalho, viajou, com mais dois alunos e uma equipe responsável da Gered para Laguna, onde disputou, por três dias, com mais de 100 crianças uma vaga na etapa nacional.

“Quase fui desclassificada”, mas não foi. Agora, Mariana irá viajar para Brasília, apresentar o projeto da cisterna às famílias do Morro da Querosene. Para a execução desse projeto, eles estimam um investimento de R$ 50, com manutenção anual no valor de R$ 25.

Evento quer fortalecer educação ambiental

A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente tem como objetivo fortalecer a educação ambiental nos sistemas de ensino, propiciando atitude responsável e comprometida da comunidade escolar com as questões socioambientais locais e globais, com ênfase na participação social e nos processos de melhoria da relação ensino-aprendizagem, em uma visão de educação para a diversidade, inclusiva e integral.

A Conferência Nacional é o encontro nacional das delegações estaduais para realização oficinas, atividades culturais e diálogos sobre o tema “Água”, a partir dos projetos de ação selecionados nas etapas Estaduais e Distrital.

Serão aproximadamente 460 delegados e delegadas, entre 11 e 14 anos, de todo país, que já debateram o tema em suas escolas, nas Conferências Municipais e ou Regionais e nas Conferências Estaduais. Na Conferência Nacional, esses jovens irão aprofundar a temática, socializar os projetos, participar de oficinas.

A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente acontecerá de 15 a 19 de junho de 2018.

Comentários
Compartilhe

Notícias

Fornecimento de gás natural em rede pode ser afetado pela paralisação em algumas cidades

Published

on

Por

Foto: Divulgação

Em virtude da paralisação promovida por motoristas de caminhão que corre em todo país, a SCGÁS tranquiliza seus consumidores e informa que o abastecimento com gás natural veicular (GNV) aos postos de combustíveis, em sua maioria, não será prejudicado pelas paralizações. Os segmentos industrial, comercial e residencial também não serão afetados.

A SCGÁS atende atualmente 132 postos em Santa Catarina, e apenas nove deles podem ter suas atividades de fornecimento de gás natural afetadas, por serem atendidos pelo modal de gás natural comprimido – nesta alternativa de mercado, o gás natural é retirado da rede e transportado por caminhões até os postos. Os demais clientes do segmento veicular da SCGÁS são abastecidos por meio de redes canalizadas, o que garante fornecimento contínuo e ininterrupto.

Os estabelecimentos possivelmente prejudicados foram alertados pela Companhia, e terão seu abastecimento restabelecido gradativamente ao término da greve. Abaixo, a lista de postos atendidos que podem ser afetados:

  •        Posto AO Petrolages – Lages;
  •        Posto BR 4R – Rio do Sul;
  •        Posto BR Oenning – Braço do Norte;
  •        Posto IP Furnas Sombrio – Sombrio;
  •        Posto BB Fratelli São João do Sul – São João do Sul;
  •        Posto BB Guarujá – Lages;
  •        Posto Neogás Hoffmann – Orleans;
  •        Posto Neogás Michells Beach – Imbituba;
  •        Posto BB MIME 14 – Pouso Redondo;

O GNV, que proporcionava elevados percentuais de economia em relação aos combustíveis líquidos, abriu vantagem ainda maior frente aos seus concorrentes nos últimos dias. Após as altas recentes, com base nos preços médios da ANP em Santa Catarina, o gás veicular passou a apresentar 56% de vantagem comparado à gasolina e 66% em relação ao etanol. Em termos práticos, abastecendo R$ 30 de cada combustível, o motorista anda 65 km utilizando etanol, 82 km com gasolina, e 189 km rodando com GNV.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Pontos da BR 116 com manifestação em Santa Catarina e Paraná

Published

on

Por

Foto: Susana Küster

BR 116 em Santa Catarina:

 

Mafra:

Km 7: ambos os sentidos liberados para veículos leves, ônibus, veículos de emergência e caminhões com carga viva, sem registro de lentidão. Há paralisação de caminhões e carretas em acostamentos por aproximadamente 3 km em cada sentido.

 

Papanduva:

Km 54: ambos os sentidos liberados para veículos leves, ônibus, veículos de emergência e caminhões com carga viva. Caminhões parados no trevo de acesso ao município.

 

Santa Cecília:

Km 138: RODOVIA TOTALMENTE INTERDITADA

Km 141: RODOVIA TOTALMENTE INTERDITADA

Km 143: RODOVIA TOTALMENTE INTERDITADA

 

Ponte Alta do Norte:

Km 166: RODOVIA TOTALMENTE INTERDITADA

 

Correia Pinto:

Km 217: RODOVIA TOTALMENTE INTERDITADA

 

Lages:

Km 245: ambos os sentidos liberados para veículos leves, ônibus, veículos de emergência e caminhões com carga viva. Veículos de carga estacionados em pátio de posto de combustível, não há registro de lentidão.

 

BR 116 no Paraná:

 

Curitiba:

Km 115: interditado para veículos de carga, os mesmos estão estacionados em acostamento, ambos os sentidos. Restante de veículos trafegam normalmente.

 

Fazenda Rio Grande:

Km 125: interditado para veículos de carga, os mesmos estão estacionados em acostamento, ambos os sentidos. Restante de veículos trafegam normalmente;

Km 127: interditado para veículos de carga, os mesmos estão estacionados em acostamento, ambos os sentidos. Restante de veículos trafegam normalmente.

 

Mandirituba:

Km 135: pista norte interditada e tráfego desviado para acostamento, tráfego da pista sul permanece sem obstrução. Não há registro de lentidão;

Km 152: ambos os sentidos liberados para veículos leves, ônibus, veículos de emergência e caminhões com carga viva. Veículos de carga estacionados em pátio de posto de combustível e faixa de domínio, não há registro de lentidão.

 

Quitandinha:

Km 166: ambos os sentidos liberados para veículos leves, ônibus, veículos de emergência e caminhões com carga viva. Veículos de carga estacionados em pátio de posto de combustível, não há registro de lentidão.

 

Campo do Tenente:

Km 191: ambos os sentidos liberados para veículos leves, ônibus, veículos de emergência e caminhões com carga viva. Veículos de carga estacionados em pátio de posto de combustível, não há registro de lentidão.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Taxistas aderem movimento de caminhoneiros

Published

on

Por

Foto: Divulgação

Os taxistas de Lages fizeram uma carreata na tarde desta quinta-feira (24) em apoio a greve dos caminhoneiros. Eles seguiram em direção ao Posto Ampessan, no entroncamento das BRs 116 e 282. Depois de conversarem com manifestantes foram até o Posto Palmeira e em seguida retornaram para o Sindicato dos Taxistas, entidade que organizou a carreata.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©