Conecte-se a nós

Eleições

Airton Amaral (PSL) candidato a deputado federal

Published

em

Foto: Divulgação

O Correio Lageano publica uma série de entrevistas com os candidatos a deputado estadual e federal dos municípios da Serra Catarinense. Essas entrevistas acontecem sempre às quintas-feiras às 10h30 e às 14h30, ao vivo, pelo Facebook, no CL Entrevista nas Eleições.

Correio Lageano: O senhor faz parte do mesmo partido de Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República que, até agora, se mostra em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de votos. O seu candidato é bastante radical em algumas posições como o desarmamento, a militarização, etc… O senhor concorda com esses posicionamentos?

Airton Amaral: Ele não é radical, mas possui um posicionamento firme. Me identifico muito com ele e acredito que o povo serrano também se identifica. Precisamos de uma postura mais combativa e séria para as diversas situações que o Brasil tem enfrentado com relação à segurança. Quem o conhece pessoalmente como eu, sabe que ele não é radical. De fato, tem posições firmes, até por conta da formação militar dele. E julgo ser necessária essa posição, devido à insegurança que vivemos.

Já que o senhor nunca foi candidato a cargo eletivo, acha que está preparado para ser deputado federal?

Nunca quis participar de uma candidatura pública, até por entender que os homens bons se afastam da política. Tenho um gosto pessoal pela política, poucas pessoas sabem, mas sou sobrinho-neto do Evaldo Amaral, um grande político da nossa região. Sou do tempo que tínhamos orgulho de ter um político na família, diferentemente do que acontece hoje. Minha decisão de participar da vida política vem disso, de um resgate dos valores e da honestidade. Sou empresário desde os 16 anos de idade, sou arrimo da família, pois perdi meu pai quando tinha três meses de idade e precisei trabalhar cedo para ajudar no sustento da casa. Estudei, sou graduado em Direito, pós-graduado em Direito Previdenciário e pós-graduando em Direito Empresarial. Minha atividade social começou na Acil, fui o primeiro coordenador do núcleo de informática. Entendo das coisas da nossa região, sobretudo do meio empresarial, me julgo mais do que preparado, como advogado e empresário.

Se o senhor fosse deputado na atual legislatura, que projetos destacaria como importantes que foram votados nos últimos meses?

Desde o governo Fernando Henrique, várias reformas estão para votação, oras um partido interrompe, oras outro. As duas últimas que foram votadas, poderiam ser melhor discutidas e ampliadas, que foi a Reforma Trabalhista, muito importante, pois faz com que o país avance. E a matéria da PEC do teto do gasto público. A gente tem um descontrole com as contas públicas, um Estado inchado. Uma das minhas principais propostas é essa, é a reformulação do modelo do Estado, precisamos discutir isso.

Por que acha que os eleitores devem votar no senhor?

Sou o único representante oficial do Jair Bolsonaro em toda nossa região, desde Rancho Queimado até Campos Novos e toda região de Curitibanos. Acredito que ele será nosso próximo presidente e é a chance que temos de estar junto com o presidente, brigando pela nossa região para transformá-la e restabelecer sua potência.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Facebook

%d blogueiros gostam disto: