Conecte-se a nós

Notícias

Ainda há vagas de Mediotec em Lages

Published

on

Fernanda e Lucas estudam no Cedup Renato Ramos da Silva e têm a expectativa de concluir o curso já com uma colocação no mercado de trabalho - Foto: Camila Paes

Foi a possibilidade de sair do ensino médio já capacitado e direto no mercado de trabalho, que atraiu os jovens Lucas Fronza e Fernanda Muniz, 16, para o curso técnico de Biotecnologia no Centro de Educação Profissional (Cedup) Renato Ramos da Silva. É com esse ideal, que as turmas dos cursos MedioTec vem atraindo cada vez mais alunos. Em Lages, instituições oferecem opções gratuitas para os interessados.

Uma das opções é o curso de Informática no Cedup Renato Ramos. São 50 vagas para estudantes de 15 a 19 anos, que estejam cursando o segundo ano do ensino médio regular em instituições estaduais. Com a matrícula gratuita e sem mensalidades, o estudante ainda recebe um auxílio de R$ 2,50 por aula assistida, podendo chegar ao valor de R$ 300 mensais. As matrículas se iniciam amanhã e vão até sexta-feira. As aulas, que acontecem no período noturno, começam em março.

No Cedup Industrial, ainda há vagas remanescentes no curso de Eletrotécnica. Neste curso, o aluno frequenta o ensino médio na instituição e no contraturno, frequenta o curso técnico. Estão disponíveis 15 vagas e as matrículas só serão encerradas quando não sobrarem mais vagas. Entretanto, as aulas já começaram e quem tiver interesse, deve procurar a instituição o mais rápido possível.

No Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), não há mais vagas para este semestre. Entretanto, no meio do ano, será aberto o curso de Informática para Internet e Eletromecânica. Na instituição, as vagas são definidas por meio de sorteio e as inscrições são feitas pela internet. Todos os anos, o IFSC oferece os cursos MedioTec de Administração, Agroecologia, Análises Químicas, Informática para Internet, Mecatrônica, Biotecnologia e Eletromecânica. Também não há custos de mensalidade e a seleção é feita por sorteio.

No Cedup Renato Ramos são oferecidos os cursos de Administração e Análises Químicas e ainda poderá ser aberto o curso de Estradas, considerado pioneiro no País e inédito no Estado. Porém, a instituição aguarda decisão do Conselho de Educação do Estado, que irá deliberar essa semana sobre a possibilidade de abrir o curso. Thaís Agostini, coordenadora do MedioTec na entidade, ressalta que, assim que obtiverem uma resposta e for positiva, já iniciarão com as matrículas.

São oferecidas 80 mil vagas em todo o Brasil

Um dos principais programas da educação brasileira, o MedioTec 2018 promete ser um dos mais concorridos e com disponibilidade de vagas. O grande intuito do programa é incentivar o ensino profissional. Isso é feito através do ensino integrado e de cursos específicos. Anualmente, milhares de brasileiros são capacitados pelo MédioTec.

A intenção do Governo é criar uma categoria média, entre o ensino médio e a graduação, fazendo com que estudantes possam sair do ensino médio já com boas possibilidades profissionais. Se o ensino médio serve de base geral para o avanço nos estudos, o ensino técnico é muito mais prático e específico nas áreas de atuação.

Profissionais com ensino técnico apresentam ampla possibilidade no mercado de trabalho, tendo em vista que já saem com conhecimentos específicos e práticos, ou seja, aptos para a transição e entrada no mercado de trabalho.

São diferentes categorias de cursos, sendo que a maioria tem duração de 3 anos, em turno inverso ao do ensino médio, fazendo com que o estudante passe o turno matutino e vespertino estudando. Ao final dos três anos, são duas as formações. Os cursos não precisam ser realizados na mesma instituição, no entanto, é necessário que o candidato esteja matriculado no ensino médio.

 

Comentários
Compartilhe

Notícias

Caminhão bau carregado de maçã tomba na divisa de SC e RS

Published

on

Bruno Theodoro/Divulgação

Um caminhão bau carregado de maçãs tombou na manhã deste sábado (23), no km 309 da BR 116, próximo a divisa de Santa Catarina com Rio Grande do Sul. A carreta transitava sentido Rio Grande do Sul/Curitiba e estavam a bordo o motorista e sua esposa. O casal teve ferimentos leves. Informações preliminares indicam que o homem dirigia em velocidade incompatível com o local, pois o acidente aconteceu numa curva acentuada.

O local tem três pistas e o caminhão tombou numa delas (sentido RS) e não precisou interromper o trânsito. Durante o atendimento que mobilizou a Polícia Rodoviária Federal, do Posto de Capão Alto, o socorro da Autopista  Planalto Sul, responsável pelo trecho, e ainda o serviço de remoção da Autopista, o trânsito foi adaptado e fluiu normalmente. A carga de cerca de 27 mil quilos da fruta não se espalhou na pista. A porta traseira chegou a abrir com o impacto, mas a carga ficou retida no caminhão.

A helicóptero do Águia 4 da Polícia Militar foi acionado pela Autopista para dar suporte ao resgate, mas não conseguiu chegar ao local por causa da neblina.

 

 

Carga não se espalhou na pista e casal que estava no caminhão teve apenas ferimentos leves Foto; Bruno Theodoro/Divulgação   

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Sábado será de temperatura amena

Published

on

Por

Dora Melo, aproveitou o sol na Praça Vidal Ramos Sênior, em Lages SC - Foto: Marcela Ramos

A previsão para este sábado (23) é de sol e temperatura agradável. Em Lages, um motivo a mais para Dora Melo aproveitar o dia com a família. Ela está animada e planeja fazer um passeio, ainda mais que o tempo deve colaborar. “O clima está instável ultimamente, atrapalha o modo de se vestir. Pela manhã é frio e à tarde esquenta”, comenta Dora.  

Para Dora e também para quem está cansado do frio, a notícia é boa. O frio intenso não se fará presente neste fim de semana. No sábado, a previsão é de sol com algumas nuvens no decorrer do dia em todo o estado. Clima que favorece atividades ao ar livre ou faxinas em residências.

Em Lages, um motivo a mais para Dora Melo aproveitar o dia com a família

Já no domingo pode haver chuva e uma leve frente fria. Clima propício para quem quer descansar ou assistir a Copa do Mundo com a família. As temperaturas devem variar entre 10°C a 20°C. Segundo o engenheiro agrônomo da Climaterra, Ronaldo Coutinho, na última semana de Junho não haverá frio intenso. “ Primeiro esquenta para depois esfriar”, cita Coutinho.       

O tempo amanheceu nublado, na sexta-feira(22), em Lages. O sol apareceu com algumas nuvens. Em função desta combinação alguns períodos do dia foram quentes e outros exigiram o uso de agasalhos.                                         

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo

Notícias

Três meses depois, pista da BR-282 não foi sinalizada

Published

on

Quase 50 quilômetros do trecho que pertence a unidade do Dnit de Lages está sem sinalização horizontal - Foto: Bega Godóy

A recuperação do trecho da BR-282 entre o Km 114, próximo a Alfredo Wagner, até Lages foi concluída. A empresa responsável, a Sul Catarinense terminou os serviços em março. Desde então, à noite ou com neblina, o motorista que usa a via precisa seguir o próprio instinto, pois a sinalização horizontal, em alguns trechos, sequer existe e em outros apenas a faixa central foi pintada de forma precária.

Enquanto isso, cada usuário se vira como pode. O morador do Bairro Petrópolis, em Lages, Jorge Melo costuma descer para o litoral quase mensalmente e nesse período, mudou o horário de saída.

“Costumava viajar no final da tarde, mas agora vou logo depois do meio dia”, explica o aposentado. A nova estratégia é justamente para evitar a neblina, dirigir à noite, e os dias chuvosos, quando a visibilidade cai muito, circunstâncias que aliadas à falta de sinalização podem causar acidentes”.

“Sem sinalização tem que se redobrar a atenção para evitar surpresas”, afirma, ao se referir principalmente aos motoristas que não costumam usar a rodovia, que possui longas retas e curvas acentuadas.

O trecho de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de Lages compreende 211 quilômetros, desses, 25 estão sem sinalização e outros 20 contam somente com a faixa que separa as duas pistas.

Nossa reportagem percorreu parte da via e, no sentido litoral, deparou-se com um trecho urbano, próximo à entrada da Agência de Desenvolvimento Regional de Lages, embora pequeno, cheio de remendos no asfalto e nenhuma sinalização horizontal.

Outro trecho, no quilômetro 185, em Pessegueiros, o trecho tem apenas sinalização central. Quem vai sentido Oeste, também encontra problemas do gênero.

O que diz o Dnit local

O engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), da unidade de Lages, Enio Jocobos Spieker, reconhece que a falta de sinalização pode atrapalhar o motorista e até causar acidentes.

No entanto, ele contrapõe ao usar dados da Polícia Rodoviária Federal, que apontam que os acidentes mais frequentes na BR-282, uma das violentas de Santa Catarina, são provocados por excesso de velocidade ultrapassagens indevidas e motoristas embriagados.

“Se vier andando a 80 quilômetros por hora a probabilidade de acidente é menor. Em dia de neblina a visibilidade é reduzida e tem que ter cuidado com ou sem sinalização”, diz o engenheiro, ao acrescentar que a sinalização provisória é para diminuir os riscos de acidentes, mas em qualquer situação o motorista tem que ser cuidadoso.

Pintura começa nos próximos dias

Segundo o engenheiro, a pintura que vem na sequência da recuperação do pavimento será executada nos próximos dias. O Governo Federal  tem um programa para esta finalidade, o BR Legal. “Os trabalhos de pintura já começaram no trecho de Alfredo Wagner e Rancho Queimado e aqui na região começam em breve”, afirma.

Antes de começar a pintura, a empresa terá que fazer a marcação que indica trevos, e a colocação de tachas refletivas, linhas de parada, bordas, faixa dupla entre outros itens. Não pode ser com tempo chuvoso, pois há uma temperatura mínima para a tinta ser usada.

Comentários
Compartilhe
Continue Lendo
Anúncio

Capa do Dia

Anúncio

Instagram

Facebook

Anúncio

Rua Coronel Córdova, 84 . Centro . 88502-000 . Lages . SC . Brasil . Fone: 49 3221.3300 . correiolageano@correiolageano.com.br

CL+| Correio Lageano - Todos os direitos reservados ©