Conecte-se a nós

Notícias

Aeroporto: Homologação perto de virar realidade

Published

em

Governador Raimundo Colombo assina o contrato de administração do empreendimento - Foto: Adecir Morais

Atão esperada homologação do Aeroporto Regional do Planalto Serrano, em Correia Pinto, na Serra Catarinense, vai ocorrer daqui a quatro meses. Com isso, o empreendimento já poderá receber voos.

É o que afirma o representante da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Aldair Rizzi. A empresa assumiu a administração do aeroporto, que é considerado estratégico para o desenvolvimento regional.

O contrato de administração foi assinado ontem à tarde, em ato realizado no saguão do aeroporto. A solenidade contou com diversas autoridades. O contrato tem duração inicial de um ano, podendo ser renovado ao final do prazo vigente, e prevê um custo mensal de R$ 127.953,96.

Inicialmente, a Infraero ficará responsável pela ocupação do espaço físico, limpeza e manutenção, além de buscar a homologação.

Rizzi explicou que uma equipe técnica, de cerca de 20 pessoas, vai trabalhar no local. A empresa vai cumprir todas as exigências da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) para que o aeroporto receba sinal para funcionar, absorvendo voos comerciais num primeiro instante.

Atrelada ao Ministério dos Transportes, a Infraero é uma empresa pública que cuida dos aeroportos do Brasil. Conforme Rizzi, ela é responsável pela administração de 56 terminais do País.

Investimento

O processo de construção do Aeroporto Regional se arrasta há 15 anos. Os investimentos já superam R$ 40 milhões, com recursos da União e do Governo do Estado. A estrutura, que fica às margens da BR-116, possui diversos equipamentos de sinalização e segurança.

Atualmente, está recebendo mais três equipamentos, totalizando um investimento de R$ 4,5 milhões com recursos do Governo do Estado.

O governador Raimundo Colombo destacou que sob a administração da Infraero, a próxima etapa é buscar a homologação junto aos órgãos reguladores (Anac e Cidacta), para o início dos voos comerciais e, mais tarde, de transporte de cargas. Ele disse que o aeroporto é um vetor importante no processo de desenvolvimento regional.

O prefeito em exercício de Correia Pinto, Casemiro de Liz, disse que o empreendimento vai ajudar a desenvolver o município. “Vai aumentar a arrecadação municipal”, afirmou.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Capa do Dia

Anúncio
Anúncio

Cinema

Facebook

Anúncio
%d blogueiros gostam disto: