Conecte-se a nós

Notícias

A solidariedade já começou na campanha Papai Noel dos Correios

Published

em

Foto: Marcela Ramos

A Campanha Papai Noel dos Correios começou no Brasil. Em Lages, antes mesmo do lançamento, 314 cartas foram recebidas e adotadas. O projeto em Lages é desenvolvido em parceria com a Secretária da Educação, a qual indicou para equipe do Correios  as escolas e creches onde há um número maior de crianças carentes.

Segundo a gerente da agência Correios Daiana Cristina Paim Furlan, cartas da população em geral, não são válidas. “Não podemos fazer projetos paralelos, tem que ser crianças que estão matriculadas, que a secretaria indicou a escola. Todo ano não são as mesmas escolas, fazemos um revezamento para que todos possam ser beneficiados”, comenta a gerente.

Cada aluno escreveu sua própria cartinha com a ajuda dos professores, preenchendo com palavras e desenhos, as crianças fizeram seus pedidos. Quando concluídas as professoras levam as cartas até ao Correios, algumas turmas foram levadas até a agência para eles mesmo entregarem.

O lançamento oficial da campanha foi terça-feira (6), e como todos os anos, a comunidade, empresas, bancos e lojas acabam arrematando todas as cartinhas. No ano de 2017, foram recebidas, aproximadamente, 400 e todas foram atendidas. “Se acontecer de sobrar alguma cartinha, nos reunimos e compramos o presente, e não deixamos nenhuma criança sem,” diz Daiana.

Ação em rede

Nacionalmente, a campanha traz a possibilidade de adoção de cartinhas pela internet em cidades, como Belém, Cuiabá, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo, e quem quiser adotar, poderá acessar o blog da campanha e apadrinhar o pedido de uma criança. Nesse caso, a entrega do presente pelo padrinho deve ser feita no ponto indicado.

Ao longo dos 29 anos da campanha, milhões de crianças tiveram seu pedido atendido. Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,6 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Além de estimular as crianças a escreverem cartas, a campanha dissemina valores natalinos, como a solidariedade. Em uma corrente do bem, empresa, empregados e voluntários da sociedade se juntam para, dentro do possível, atender aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

“É legal a parceria das pessoas. Houve anos que a gente teve que correr atrás, porque não tinha tanto apoio, mas, agora, de dois anos pra cá, estamos conseguindo, tanto que está faltando cartinha,” conclui Daiana Paim.

Para adquirir a carta e fazer parte da alegria de uma criança, basta ir até a agência do Correios no Centro de Lages. A entrega dos presentes vai ser na primeira semana de dezembro, nas escolas, com a presença do Papai Noel.

Anúncio
clique para comentar

Deixe uma resposta