Geral

Correio Lageano publica sua última edição

Published

em

Esta é a última edição do Correio Lageano. Está dito assim, na primeira frase, porque é como pedem as notícias históricas. Está dito com um misto de orgulho e tristeza, mas, acima de tudo, está dito de coração aberto e sem rodeios, como sempre foi ao longo de 81 anos.

Há o orgulho inafastável de quem lutou o bom combate. De quem, mais do que noticiar o desenvolvimento de uma região, fez parte desta luta. De um jornal que se integrou à sua comunidade até se tornar um símbolo dela e de seus anseios.

As edições chegavam às bancas e às casas dos assinantes sem escolher ocasião, nos bons e nos maus momentos. Havia uma história a ser contada e assim foi feito, sempre em busca de dias melhores e em defesa da liberdade de imprensa e dos direitos de todos. A cidade cresceu, a região se desenvolveu, o país mudou e durante oito décadas tudo isso foi registrado nas páginas do Correio Lageano.

Há a tristeza de quem não queria um ponto final. Dentre todas as lutas, a derradeira foi para se adaptar a um mercado que mudou drasticamente na última década. Jornais centenários da imprensa brasileira fecharam suas portas ou acabaram com as edições impressas muito antes de nós. O Correio Lageano resistiu até o seu limite, mas em um cenário já difícil, a crise da pandemia acabou por ser determinante. Junto com esta última edição impressa, encerra-se também a atividade dos nossos portais. Ainda assim, entre o orgulho e a tristeza, o primeiro é imensamente maior do que a segunda.

Este jornal é parte fundamental da história da minha família. É em nome dela que agradeço a todos que escreveram nestas páginas, a todos os anunciantes e, muito especialmente, a todos os leitores que nos receberam em suas casas e em suas vidas.

O Correio Lageano pautou sua existência pela crença em Lages, na Serra Catarinense, no Estado de Santa Catarina, no Brasil e na dignidade do ser humano. E no momento do adeus, a última palavra da última página da última edição deste jornal simboliza o que nos trouxe até aqui, e que desejamos que seja permanente na vida de todos: esperança.

Que jamais percamos a fé. Muito obrigada.

Direção CL

3 Comentário

3 Comentários

  1. Felipe

    19/05/2020 at 11:20

    Muito triste

  2. Pauo Cesar

    16/05/2020 at 08:44

    Lamentável !!! Penso no que poderia ser feito para evitar.

  3. Kelly

    15/05/2020 at 22:21

    Uma pena. Com isso perdemos o único veículo impresso Lageano que tanto nos informava e nos trazia o prazer de folhear as notícias!

Deixe uma resposta para Pauo Cesar Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto:
%d blogueiros gostam disto: